Começa nesta segunda a campanha de vacinação contra a gripe

Em Alvorada, a previsão é de que sejam vacinadas em torno de 54 mil pessoas

Vacinação inicia nesta segunda-feira / Foto: Jefferson Botega / CCS / Prefeitura de Alvorada / OA
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Começa nesta segunda-feira (17) a campanha de vacinação contra a gripe nos postos de saúde de todo o país. Dados do Ministério da Saúde indicam que há pouco mais de 54 mil pessoas nos grupos prioritários em Alvorada. Em todo o estado, são de 3,6 milhões de pessoas. Mesmo assim, serão disponibilizadas mais de 4 milhões de doses ao Rio Grande do Sul.

A imunização está garantida, gratuitamente, aos idosos, crianças de 6 meses a 5 anos, indígenas, gestantes, puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), doentes crônicos, pessoas privadas de liberdade e funcionários de presídios.

Neste ano, a novidade foi a inclusão dos professores no grupo. A Secretaria Estadual da Saúde sugere aos municípios que vacinem os docentes nas escolas.



A vacinação já teve início na semana passada para os profissionais de saúde e os pacientes restritos aos domicílios. Segundo o secretário estadual de Saúde, João Gabbardo dos Reis, 1 milhão de doses já foram recebidas e distribuídas em cidades gaúchas. Outras 400 mil estão em fase de distribuição.

O atendimento à população ocorrerá de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. A meta é garantir a cobertura de 90% dos integrantes de cada público alvo. No caso de Alvorada, 17,7 mil idosos estão no grupo prioritário, além de outras 16,8 mil pessoas com doenças crônicas e 13,9 mil crianças. As mulheres grávidas no município somam 2,5 mil e há, ainda, outras 422 mulheres em período de amamentação.

A campanha nacional seguirá até 26 de maio e no sábado, 13 de maio, será instituído o dia D de Mobilização Nacional, com postos de saúde abertos em todo o país.

A imunização evita os casos mais graves da doença. A vacina garante proteção por um ano, assim, precisa ser refeita a cada novo período. Estudos mostram que a vacinação pode reduzir entre 32% e 45% as hospitalizações por pneumonia e de 39% a 75% a mortalidade por influenza.

Fonte: O Alvoradense

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Comentários