Mulher de Lazier Martins registra ocorrência contra senador por agressão

Em nota, político gaúcho negou as acusações

Foto: Agência Senado / OA
Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
1

A mulher do senador gaúcho Lasier Martins (PSD), Janice Santos, afirma ter sido agredida pelo político durante uma discussão na terça-feira. As informações são do jornal Correio Braziliense e foram divulgadas nesta quinta-feira (30).

De acordo com o jornal, Janice, que é jornalista, registrou ocorrência na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), em Brasília, e apresentou lesões aparentes pelo corpo.

Janice, de 38 anos, teria acusado o parlamentar de agressão física e injúria, além de relatar que não foi a primeira vez que esse tipo de episódio ocorreu. A jornalista e o senador são casados há quase cinco anos e estariam em processo de separação, segundo o jornal.

A empregada doméstica do casal, que teria presenciado a cena, teria prestado depoimento como testemunha do caso.

Em depoimento, Janice teria afirmado que já sofreu agressões em outras oportunidades, mas nunca teria notificado a polícia. Conforme o Correio Braziliense, ela detalhou a suposta agressão e disse que Lasier seria um homem “violento e agressivo”. A jornalista ainda teria dito que teria sofrido chutes nas pernas e que segurava um porta joias no momento da briga e teve a mão pressionada contra o acessório, o que também teria deixado lesões aparentes.

A publicação relata que Janice foi xingada e humilhada pelo marido. “Dizia que eu era burra, que não entendia nada de política, apenas de moda”, além de chamá-la de “chantagista e paranoica”, segundo o depoimento dado na delegacia. Em um desentendimento anterior, ocorrido depois de ela ter passado por uma cirurgia na barrida, a jornalista disse que Lasier teria chutado a região operada.

Ao jornal, Lasier Martins confirmou que está em processo de separação e que Janice quer “chantageá-lo” com “denúncias falsas”. “Ela partiu para cima de mim e eu apenas reagi para me defender, sem agredi-la. Ela mesmo se cortou e passou sangue em mim. Ela é louca. Está me chantageando por conta do divórcio. Não tenho dúvida de que a polícia vai apurar o caso e concluir que não fiz absolutamente nada”, argumentou.

O senador deu outra versão sobre o fato relatado por Janice. “No dia da briga, ela saiu de casa e levou a empregada na delegacia. Mas a doméstica se recusou a ser testemunha, pois sabe que é tudo mentira. A funcionária lá de casa, inclusive, me procurou no meu gabinete para dizer que havia se recusado a mentir para a delegada. Ela estava no local e não viu nenhuma agressão, pois isso não aconteceu”, afirmou.

Após a divulgação do caso pela imprensa, a assessoria de Lasier Martins divulgou uma nota sobre o assunto onde diz que “acusações não procedem, de forma absoluta”. Confira o texto na íntegra:

“Com pesar, o senador Lasier Martins informa que não procedem, de forma absoluta, as acusações que lhe são imputados pela ex-companheira objeto de ocorrência policial. Trata-se de comportamento decorrente da iniciativa do mesmo Senador no sentido de propor a separação do casal judicialmente, cujo processo já foi ajuizado perante o Poder Judiciário do Distrito Federal, local próprio para a apuração dos fatos. Afortunadamente, todos os fatos foram presenciados por testemunhas, estando devidamente documentados. Ainda que se trate de figura pública, o senador Lasier Martins tem direito a privacidade na vida familiar e pessoal, rogando aos órgãos de imprensa que a respeitem. Os processos tramitam cobertos pelo segredo de justiça.”

Fonte: Correio do Povo

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
1

Comentários