Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
5

Hoje é dia de cevar um mate bem a gosto, de festejar conosco a emoção de tantas vitórias. Agregar à história mais um ano de glória.

Ao longo dessas décadas em que tu te tornaste gigante, tua torcida sempre esteve ao teu lado. Teus adversários foram assombrados por pesadelos vermelhos antes de te confrontar.

Nestes 108 anos o orgulho exala dos colorados. Mestres como Mineli e Abel Braga marcaram seu nome nas paredes do Beira Rio. Mas nem só de mestres teu sucesso é lembrado.
Em toda essa grande história tu nos proporcionou alegrias ímpares.

Além de jogadores de futebol, tu nos apresentou e presenteou com a formação de outros tantos profissionais.

General Bolívar e Xerife Índio

Beira Rio já foi delegacia, onde tivemos Xerifes como Figueroa, Gamarra, Índio e até mesmo um General chamado Bolívar. Que saudades!

Beira Rio já foi hospital, impossível não lembrar de Dadá Maravilha, nunca foi Médico, mas era cirúrgico com a bola na cabeça. Que saudades!

Tu foste tão genial Internacional, que do teu gramado tu fizeste um palco de teatro, que por lá passaram artistas impressionantes como Carpeggiani, Claudiomiro e Escurinho, homens que de tão talentosos deveriam ter andado no tapete vermelho e ter recebido o Oscar. Que saudades!

Rei Falcão

108 anos de Monarquia, em que o Rei Falcão foi emprestado para Roma, mas que em tua realeza, não poderia faltar a sucessão.

Píincipe Jair

E na linha sucessória da coroa, tivemos nosso Príncipe Jajá. Que saudades Jair!

Maestro da Torcida

Há quem diga que futebol bem jogado é aquele de time que joga por música. E a orquestra colorada é regida pelo maestro Andrés D’alessandro. Nos últimos 9 anos, o argentino faz do Beira Rio a 6ª sinfonia de Beethoven. É incrível!

Deus Fernandão

Finalizo esta singela homenagem, onde o Beira Rio foi palco de forças supremas, onde Jesus Cristian foi um milagreiro da grande área e o Deus foi Fernandão. Que saudades!

Parabéns Sport Club Internacional!

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry
5

Comentários