Lista divulgada na reportagem mostra que esquema teria ramificação em Alvorada | Foto: Reprodução / RBS TV / OA
Lista divulgada na reportagem mostra que esquema teria ramificação em Alvorada | Foto: Reprodução / RBS TV / OA

O escândalo envolvendo o deputado estadual Dr. Basegio (PDT), suspeito de extorquir funcionários e ficar com parte de seus salários, deve atingir Alvorada nos próximos dias.

Segundo apurou O Alvoradense, o nome de parentes de políticos locais estariam atrelados a lista de funcionários do deputado que repassam parte do salário ao parlamentar.

Nas imagens divulgadas desde a noite de domingo pela RBS TV, a indicação ‘Alvorada (SUP. I) 4.778’ demonstra que o esquema teria ramificação na cidade, e é o que deve ser revelado pelo jornalista Giovani Grizotti.

O termo ‘SUP. I’ significa Superior I, o nível do cargo do funcionário, e o número 4.778 o valor do suposto repasse ao deputado.

Pelas redes sociais, o deputado negou as acusações. Nesta segunda, após a exibição das matérias, o Ministério Público pediu a quebra do sigilo bancário de Basegio e do ex-chefe de gabinete, Neuromar Gatto, que revelou o esquema.

Fonte: O Alvoradense