A Cor da Voz, transformada de som em escrita

Podcast transformado em livro segue mobilizando formação para a cultura negra

174
Foto: Alisson Batista / Divulgação / OA

A transcrição de oito episódios de um podcast afrocentrado (focalizado no negro, no afrodescendente), produzido pelos alvoradenses Tainã Rosa (professora e produtora cultural) e Wellington Lisboa Cardoso (designer gráfico), originou o livro de mesmo nome “A Cor da Voz” – volume I, lançado na tarde de quarta-feira (15).

A ideia de escrever o que foi debatido ao longo de duas temporadas do podcast, foi de oportunizar acesso e pesquisa dos conhecimentos produzidos neste período.

A obra, com referenciais anti-coloniais, pós-coloniais e decoloniais e que discute as relações étnico-raciais centradas particularmente na raça negra, foi distribuída para as 31 escolas da rede municipal de ensino. Também os três Centros de Atendimento receberam exemplares, totalizando 480 cópias distribuídas.

Entrega

O evento de lançamento aconteceu no plenário da Câmara de Vereadores de Alvorada, em parceria com a Procuradoria da Mulher e Secretaria Municipal da Educação (Smed). Representantes de escolas municipais estiveram presentes e puderam colher autógrafos dos autores para seus alunos.

Abrindo a tarde, a apresentação do músico Matheu Corrêa, que tocou, entre outras, a música “Filho”, inédita. Em sua fala, Tainã ressaltou o tema representatividade e Negritude, assim como o trabalho com a Lei 10.639/03, sobre a obrigatoriedade do ensino da história e da cultura afro-brasileira e africana nas escolas, “de possível efetivação através da formação de professores embasada no livro lançado”.

Lives

Na próxima semana, dias 21 e 22, às 20h, em continuação à formação para a Cultura Negra, serão realizadas duas lives abertas ao público, referentes aos capítulos 1 a 4 e 5 a 8, respectivamente, no canal do YouTube Tainã Rosa Inventadeira.

O projeto foi executado através do edital Criação e Formação Diversidade das Culturas, com recursos da Lei Aldir Blanc no 14.017/20.