Abertas as inscrições para o Encceja 2022

Inscrição gratuita para jovens e adultos encerra em 04 de junho

169
Foto: Reprodução / Arquivo / OA

Estão abertas as inscrições ao Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2022. Os interessados têm até 04 de junho para se inscrever por meio do Sistema Encceja e o prazo também vale para as solicitações de atendimento especializado e de tratamento por nome social. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) aplicará as provas para o Ensino Fundamental e Médio em 28 de agosto, em todo o País.

A participação é voluntária, gratuita e destinada a jovens e adultos que não concluíram seus estudos na idade apropriada para cada etapa, desde que tenham, no mínimo, 15 anos completos para o Ensino Fundamental e, no mínimo, 18 anos completos no caso do Ensino Médio na data de realização do exame.

Neste ano, não há necessidade de justificar a ausência, no caso de quem se inscreveu e faltou ao Encceja 2020. Também não será necessário o pagamento da taxa de ressarcimento para os ausentes no ano passado que vão fazer as provas novamente. A medida foi tomada tendo em vista a pandemia de Covid-19 que envolveu a realização da última edição. No entanto, o participante que não comparecer à aplicação de todas as áreas do conhecimento em que se inscrever para o Encceja 2022 deverá justificar a ausência, se quiser fazer nova inscrição na próxima edição do exame.

Login único

Para acessar algumas das principais informações sobre a participação no Encceja, o participante precisa utilizar o login único de acesso à plataforma gov.br. Caso não lembre a senha da conta cadastrada, é possível verificar e recuperá-la. A senha é necessária, por exemplo, para consultar o local de prova e outras informações do Cartão de Confirmação de Inscrição, como os horários da aplicação.

Encceja

O exame é realizado pelo Inep desde 2002 em colaboração com as Secretarias Estaduais e Municipais de Educação. As provas obedecem aos requisitos básicos, estabelecidos pela legislação em vigor, para o Ensino Fundamental e Médio. A emissão do certificado e da declaração de proficiência é responsabilidade das Secretarias de Educação e dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia que firmam termo de adesão.

O Encceja avalia competências, habilidades e saberes adquiridos no processo escolar ou extraescolar dos jovens e adultos. Com isso, estabelece uma referência nacional de avaliação para esse público, tendo, assim, uma relevância multidimensional para a educação brasileira. As Secretarias de Educação e os Institutos Federais utilizam os resultados do exame como parâmetro para certificar os participantes em nível de conclusão do Ensino Fundamental e Médio.

Entre outras finalidades, o exame também possibilita que os gestores educacionais se baseiem na avaliação para corrigir questões relacionadas ao fluxo escolar, como a evasão de estudantes. Dessa forma, o Encceja serve de baliza à implementação de procedimentos e políticas para a melhoria da qualidade na oferta da educação de jovens e adultos, bem como no processo de certificação, além de viabilizar o desenvolvimento de estudos e indicadores sobre o sistema educacional brasileiro.

Fonte: Ministério da Educação