Acafutsal contou com o apoio da torcida para passar por cima do ABV | Foto: Cleber Pinto / Jornal do Povo / Especial OA

Foram 200 quilômetros percorridos, porém os pés ficaram cansados até a chegada em Cachoeira do Sul. Uma cidade preparadíssima para prestigiar atletas e federações esportivas. Entrevistas, preparação pré e pós partida, coletivas de imprensa e coletividade com os demais competidores foram os destaques desse final de semana. Mas o que é inevitável comentar foi a derrota dos alvoradenses por 6 a 0 contra o ACA.

De acordo com o presidente do ABV, Diego Amaral, o Acafustal é o favorito para levantar a taça da Série Prata. Não só por toda a estrutura benéfica da cidade em matéria de esportes, mas também pelo incentivo ao jogador em seus treinamentos e seu bem estar. E, claro, estamos falando de folha salarial. Em crônica esportiva, o domínio foi total do time da casa. Foi de fato um fardo que os garotos de Alvorada levaram nas costas.

E agora é bola para frente, literalmente. A próxima partida é em solo caseiro, no Ginásio Municipal. O principal jogador do ABV precisa estar em campo, que é a fiel e grande torcida da cidade. Portanto, às 20 horas do dia 2 de junho, o futsal da região aguarda os gritos e a folia, pois o adversário é o Corintians. Um verdadeiro clássico alvoradense, juntando as peças da história do rival. Se a vitória chegar, automaticamente o ABV pode se considerar dentro da próxima etapa da Série Prata. E o Corintians seria rebaixado para a Série Bronze.

Além de toda essa movimentação, durante a semana o clube irá participar de mais um campeonato importante. Se chama Copa dos Campeões, sediado na cidade de Esteio há muitos anos. Considerado uma elite dos amistosos dos futsais, esse campeonato conta com participantes da Série Prata e Série Ouro (categorias de base). Quem sair vencedor desse duelo, leva para casa uma bolada de R$ 75 mil.

 

Fonte: Laura Toscani / O Alvoradense