Farmácia Municipal é um dos locais de cadastramento / Foto: Mariú Delanhese / Arquivo / OA

Como forma de buscar solução para a distribuição de remédios do Estado em Alvorada, a Prefeitura entrou com uma ação judicial junto à  Justiça Federal na sexta-feira (18). Neste momento, a Administração Municipal aguarda a decisão do juiz da Justiça Federal que já tem o processo em mãos.

O processo busca reabrir os dispensários de medicamentos em Unidades Básicas de Saúde, que estão impedidos de realizar o serviço a não ser com a presença de um farmacêutico.

A determinação dos conselhos regionais de Enfermagem e Farmácia, fez com que a Secretaria Municipal de Saúde concentrasse o atendimento na Farmácia Municipal, gerando longas filas.

Conforme noticiado pelo jornal O Alvoradense na última sexta-feira (18), o tempo de espera chega a cinco horas, sendo apenas 50 fichas distribuídas as 8h e outras 50 às 13h.

Fonte: O Alvoradense