Foto: Gaeco / Divulgação / OA

A operação “Conexão Alvorada” deflagrada nesta quinta-feira (6) por uma força policial envolvendo entidades gaúchas e catarinenses, teve como objetivo o combate a uma organização criminosa responsável pelo tráfico interestadual de entorpecentes na região Sul do Brasil.

A ação foi do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) gaúcho e catarinense, com a colaboração da Polícia Civil e Polícia Militar de Santa Catarina, Polícia Rodoviária Federal e Brigada Militar, desencadeando ainda a operação “Ouro Negro” de combate ao contrabando de pneus.

Ao todo foram cumpridos 116 mandados de busca e apreensão, 48 de prisão temporária, além de ordem judicial de indisponibilidade de bens no valor aproximado de R$ 1milhão e 620mil.

Os trabalhos tiveram início em meados do ano de 2019, quando houve denúncias de que motoristas de transporte de cargas rodoviárias, residentes em São Miguel do Oeste (SC) e cidades próximas, estariam carregando grandes quantidades de entorpecentes na região de Ponta Porã (MS).

As investigações indicaram a existência do esquema criminoso, apontando que as drogas eram transportadas para a região do Litoral de Santa Catarina e, principalmente, para a região metropolitana de Porto Alegre, tendo seu núcleo operativo principal de distribuição situado em Alvorada.

O trabalho investigativo culminou com a identificação de embarcadores, motoristas de caminhão e vendedores de entorpecentes, resultando na expedição de 48 mandados de prisão temporária e 96 mandados de busca e apreensão, além de ordem judicial de indisponibilidade de bens dos motoristas indiciados na cifra de aproximadamente R$ 1.620.000,00.

As equipes da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE) da Polícia Civil gaúcha, efetuaram a prisão de uma  das investigadas e apreenderam drogas e dinheiro em espécie, frutos do tráfico de drogas.

A Força Tarefa cumpriu os mandados nos estados de Santa Catarina (São Miguel do Oeste, Descanso, Belmonte, Palhoça e Imbituba), Paraná (Capanema e Ivaiporã), Mato Grosso (Sinop) e no Rio Grande do Sul (Alvorada, Porto Alegre, Viamão, Novo Hamburgo, Canoas, Charqueadas, Gravataí, Erechim e Capela de Santana).

- PUBLICIDADE -