Alvoradenses conquistando espaço na “sétima arte”

Curta-metragem terá como protagonista Raniéri Espíndola, músico e ator de Alvorada

200
Foto: Divulgação / OA

Um curta-metragem em fase de gravação e produzido através de parcerias, conta com um alvoradense como protagonista. O ator Raniéri Espíndola será Beto no filme “A Última Música” (Notas de Saudade), que conta a história de um músico e compositor que vive apegado às lembranças do passado, quando viveu um grande amor ao lado de Nicole (Jo Nobre) e que, por falta de maturidade em assumir o relacionamento, deixou escapar de suas mãos.

Com lançamento previsto para 2022, a produção tem locações em Guaíba, Porto Alegre, Sapucaia do Sul e São Leopoldo.

E como ator convidado, chega ao Estado no próximo final de semana Marcelo Argenta,

gaúcho de Passo Fundo com carreira passando pelas novelas “Duas Caras”, “Amor à Vida”, “Êta Mundo Bom”, “Gênesis” e “Malhação”. Em breve, com o personagem “Barão de Porto Alegre” fará a sua estreia em “Nos tempos do Imperador”, que está no ar pela Rede Globo.

Alvoradense

Raniéri Espíndola, que completa 27 anos no próximo dia 26, é músico e também responsável pela trilha sonora do filme. Ele conta que toca desde os 16 anos, tendo aprendido sozinho na Internet. “Desde então sempre compus sobre as minhas histórias de amor, mas também sempre tive o sonho de ser ator”. 

Morador do bairro Piratini, conhecia o projeto Alvoroço Filmes, de Evandro Berlesi, e foi  selecionado para o novo filme do cineasta “O cara que não aglomerava”. Em uma cena contracenou com o protagonista e Jo Nobre, produtora de “A Última Música”, que o convidou para participar do projeto.

“Esse, com certeza, é um papel muito complexo, pois além das camadas do meu personagem desde a dificuldade de lidar com seus sentimentos até a sua vida de artista, sou responsável pela trilha sonora, assinando com as composições das músicas que estarão no curta”, avalia Raniéri.

Ele complementa, ainda, que a oportunidade de contracenar com Marcelo Argenta, “com certeza será um marco na minha carreira”.