Gravações do longa começaram no início de janeiro | Foto: Divulgação / OA

A produtora Alvoroço Filmes começou nesta segunda-feira a organizar uma rifa para angariar verba que será utilizada na conclusão do longa Eu Odeio o Big Bróder, o terceiro da série de filmes rodados inteiramente em Alvorada.

Segundo Evandro Berlesi o projeto Alvoroço em Alvorada não conta com verbas públicas, lei de incentivos e patrocínios. As despesas são bancadas com pequenos apoios e todos os envolvidos trabalham voluntariamente.

O valor da rifa é R$ 3 e da direito a concorrer a um televisor de plasma 22″ Full HD. O sorteio acontecerá pela loteria federal no dia 6 de Abril.

Os números podem ser adquiridos no Restaurante Atlântico (Rua Suiça, 55), Foto Vilmo (Av. Getúlio Vargas, 3103) e na Tropical Jeans (1324).

A produtora oferece brindes para quem comprar mais números. Quem adquirir três tíquetes ganha uma cópia em DVD do filme. Na compra de 15, o brinde é uma camiseta. A cima de 100 o nome do benfeitor é incluído nos agradecimentos do filme.

Filme é o 3º longa alvoradense

As gravações do filme Eu Odeio o Big Bróder começaram no mesmo dia em que a 13ª edição do programa foi ao ar. Esta é a terceira etapa do projeto, que já gravou “Dá um Tempo” e “Eu Odeio o Orkut”.

As cenas de Eu Odeio o Big Bróder contam com a presença do protagonista do filme Eduardo Toledo, Manoel Lima e Renato Jackson, do elenco de apoio Eduarda Zimmer e Taiane Ferreira e da participação especial do empresário Juliano Rossetto. Na equipe técnica, J. A. Phoenix assinando a fotografia, Rogério Ricardo na produção, Felipe Chagas no áudio e Evandro Berlesi na direção.

Eu Odeio o Big Bróder é o terceiro longa rodado em Alvorada | Foto: Divulgação / OA
Eu Odeio o Big Bróder é o terceiro longa rodado em Alvorada | Foto: Divulgação / OA

Fonte: O Alvoradense