Foto: Divulgação / Ministério da Saúde /OA

Após apresentação de estudos desenvolvidos pelo laboratório que indicaram a segurança e eficácia da vacina para este grupo específico, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou nesta sexta-feira (11) a indicação da vacina Comirnaty, da Pfizer, a partir de 12 anos de idade.

A vacina da Pfizer contra a Covid-19 foi a primeira a receber o registro definitivo no Brasil e anteriormente, a vacina Comirnaty estava autorizada para pessoas com 16 anos de idade ou mais, permanecendo a única entre as vacinas autorizadas no país com indicação para menores de 18 anos. 

Segundo a agência, o pedido havia sido feito em 13 de maio, e o uso do imunizante para maiores de 12 anos já havia sido aprovado pela FDA, agência reguladora de medicamentos e alimentos dos Estados Unidos, e aguardava parecer da Anvisa.

Nesta quarta, o Brasil recebeu o 10º lote da vacina da Pfizer contra a Covid-19 ao Brasil, com 936 mil doses do imunizante.

Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde informou no início da tarde que a ampliação da imunização a partir de 12 anos será debatida na Câmara Técnica Assessora em Imunização e Doenças Transmissíveis. 

Conforme nota, o foco, neste momento, é concluir a imunização dos grupos prioritários estipulados no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 e toda a população acima de 18 anos.

Também a Secretaria Estadual da Saúde (SES) emitiu comunicado confirmando que segue as orientações do Ministério, em conformidade com as fases previamente definidas, a inclusão de novos grupos e o planejamento da imunização. O tema da vacinação dos adolescentes com doses da Pfizer, segundo a assessoria da SES, será tema de reunião com os representantes dos municípios da Comissão Intergestores Bipartite (CIB).

- PUBLICIDADE -