Jogando em casa, Ser Alvorada conseguiu importante vitória em cima da Age de Guaporé | Foto: Ser Alvorada / OA

O Ser Alvorada / São Marcos conquistou importante vitória na noite deste sábado na Boca do Leão, em jogo que marcou o início do returno da Série Prata. Em cima da AGE de Guaporé, os alvoradenses aplicaram 5 a 3. Não foi fácil, mas não restou dúvidas de que foi merecido.

Susto e recuperação
Nos primeiros minutos o Ser Alvorada fez boas finalizações, mas melhores ainda foram as defesas do goleiro da AGE, Costenaro.

O primeiro gol da equipe visitante nasceu de grande jogada de Nata, que passou por três jogadores e não teve trabalho para mandar a bola para o fundo do gol. Ainda assim o Ser Alvorada manete bom desempenho, com jogadas ensaiadas e muita troca de passe. Rafinha chegou a chutar com força após boa jogada de Bilo, mas, novamente, os alvoradenses foram parados por Costenaro.

Faltando 12 minutos para o fim do primeiro tempo, após cobrança de escanteio por Vefo, Guga mandou para a trave superior, mas a bola entrou e garantiu o empate.

Em um disputa de bola, Binho caiu e tocou com uma das mão a bola. O juiz não perdoou e aplicou corretamente o cartão amarelo. O gol recebido e o cartão em seu desfavor fez o Ser ir pra cima do adversário. Juninho apareceu livre e chutou forte faltando seis minutos para o fim do primeiro tempo e garantiu a virada do time da casa.

Os alvoradenses ainda receberam mais um cartão amarelo. Antes do apito a AGE ainda quase marcou o empate, mas o placar acabou favorável na primeira etapa para a equipe da casa.

Vitória justa
A etapa seguinte recomeçou com uma sequência de gols perdidos do Ser Alvorada / São Marcos. Apesar das jogadas rápidas e de ágeis cobranças de lateral ou falta, os gols não surgiam de nenhum dos lados da quadra.

A marcação em cima do time da casa acabou surgindo efeito depois de uma falha da zaga da AGE. Guga não perdoou e ampliou a vantagem do Leão de Alvorada: 3 a 1.

Faltando 12 minutos para o fim da partida, a vitória deu ares de goleada. Pé Fino finalizou com maestria e marcou o quarto dos alvoradenses. Durou pouco. Quatro minutos depois Bassani colocou de volta a AGE na partida ao marcar para a equipe de Guaporé.

A aproximação do placar fez Francisco promover mudanças em quadra. O Ser se manteve superior em quadra, mas os minutos finais ainda guardava algumas surpresas.

Chico Branco falhou ao afastar a bola com pouca intensidade e a AGE não perdoou, descontando. Binho, contudo, não deixou os adversários comemorarem. Em uma bela troca de passes no minuto seguinte o Leão de Alvora rugiu mais alto e sacramentou a vitória: 5 a 3.

Fonte: O Alvoradense