Armamento, drogas, dinheiro e máquinas de cartão de crédito foram apreendidas | Foto: 24 BPM / Divulgação / CP

A sequência de crimes registrados no final de semana no bairro Umbu, ainda sob investigação, levou o 1º Batalhão de Polícia de Choque da Brigada Militar (BPChq) à deflagrar na noite desta terça-feira (19) a operação Mão de Ferro. O objetivo é frear o avanço da criminalidade na cidade e agir em todos os bairros.

No sábado, criminoso mataram um homem e atearam fogo na casa onde ele residia com a mulher e a filha. Ambas ficaram feridas. No dia seguinte, um ataque à tiros em uma festa terminou com um adolescente morto e outras cinco pessoas baleadas. Ambos os crimes ocorreram o bairro Umbu, zona Norte da cidade.

A primeira ação do órgão se concentrou nos bairros da zona Sul. Na rua Jozino Liotti, no Jardim Algarve, o efetivo das Patrulhas Especiais do 1º BPChq apreendeu cerca de 71,5 quilos de maconha abandonados por traficantes em um matagal.

Fuzis e balança de precisão também foram localizadas | Foto: 24 BPM / Divulgação / OA

Os criminosos fugiram diante da aproximação das viaturas. Houve ainda o recolhimento no local de duas espingardas calibres 12, uma faca, uma balança de precisão e um rolo de papel filme.

Em outra ação no mesmo bairro, em uma residência na rua José Milton Paris, os agentes prenderam um criminoso com um fuzil calibre 7,62 mm com dois carregadores, uma espingarda calibre 12, uma pistola calibre 40 com um carregador, um revólver calibre 38 e 154 cartuchos de munição das quatro armas.

Com o homem foi encontrado ainda R$ 3.089,00 em dinheiro, 111 porções de cocaína, dez porções de maconha, seis toucas ninjas, duas máquinas de cartões de crédito e um coldre de revólver, além de dois celulares e um caderno com anotações sobre a venda e drogas.