Crime ocorreu na avenida Piratini por volta das 7h do dia 1º de junho | Foto: Jonathas Costa/OA

Um casal de jovens suspeito de matar o taxista, Luis Antonio Oliver, no começo de junho foi apreendido vagando pelas ruas da zona Norte de Porto Alegre. O adolescente, de 17 anos, e a menina, de 15 viviam, nas ruas desde o crime. A intenção deles era fugir da Polícia.

Segundo o delegado Mauricio Barcellos, o casal matou o taxista, de 40 anos, para financiar o consumo de alcool e drogas. Em depoimento, a adolescente confessou ter cometido o crime sozinha, porém a ausência de força física da jovem reforçou a hipótese de envolvimento do namorado no crime. Os dois já tinham a internção decretada pela Justiça. Barcellos tabalha com a hipótese de latrocinio (matar para roubar) já que um celular foi levado da vítima.

Os adolescentes serão encaminhados à Fundação de Atendimento Socioeducativo (Fase), onde poderão ficar internados por até três anos.

Oliver foi morto com cerca de 20 facadas. Câmeras de segurança flagraram a menina de 15 anos embarcando no táxi em um ponto localizado na avenida Getúlio Vargas, em Alvorada. O veículo seguiu até o bairro Piratini, onde o adolescente de 17 anos ingressou no carro e cometeu o crime. Ele já tinha antecedentes por roubo, de acordo com a Polícia.

Fonte: O Alvoradense