Foto: Divulgação / OA

A comunidade alvoradense, principalmente a do Jardim Algarve, conhece o projeto desenvolvido pela Associação Beneficente Recreativa e Cultural Jardim Algarve (Arecuja) há 27 anos. A novidade é que está prestes a se consolidar uma das maiores características da entidade, o futebol, com a criação do Arecuja Alvorada FC.

O primeiro passo é a filiação à Federação Gaúcha de Futebol (FGF). A partir daí o Arecuja Alvorada FC está pronto para se tornar o mais novo clube profissional do Rio Grande do Sul, iniciando na 3ª divisão do Gauchão em 2022. Vale lembrar que o projeto é conhecido por revelar importantes nomes do esporte, como Renan Dida, goleiro do Azuriz / Pr, com transferência marcada para Portugal; Tetê Furacão, meio-campo no Shakhtar Donetsk, da Ucrânia e o atacante Garrati, do Hercílio Luz / SC.

Entre os nomes que irão auxiliar no caminho de profissionalização do Arecuja, o clube conta com o gaúcho Marcelo Soares Silveira, diretor executivo de futebol (CEO), atualmente é gerente de futebol do Bagé FC, com experiências de sucesso no futebol carioca.

Ao lado do presidente César Xavier, é responsável pela montagem dos departamentos do novo clube. É ele quem ressalta o trabalho desenvolvido por César como essencial para a nova etapa do Arecuja. “Graças ao legado de trabalho e revelação de grandes talentos do presidente, é possível dar continuidade a esta história de sucesso, desta vez com o futebol profissional”, comemora.

A intenção é profissionalizar cada setor, dando atenção da equipe profissional até a base. Para isso será necessário o apoio local, “acreditamos que haverá grande motivação para comerciantes e investidores, com um clube que irá representar a cidade e, acreditamos, alcançando importantes conquistas”, avalia Marcelo.

Ele revela que há apoio à iniciativa por parte do Executivo e Legislativo municipal, com reunião realizada com o secretário de Cultura, Juventude e Esporte, Jefferson Teixeira, Chorão, e o incentivo do vereador Alexandre Espeto (PSD) que está agilizando os trâmites necessários à criação do novo time em Alvorada.

O diretor executivo afirma que o Arecuja Alvorada FC vem trazer para o município uma mudança que o futebol provoca por onde passa, não só econômica como também da auto estima do alvoradense. “São muitos os exemplos de clubes que surgiram em municípios sem tradição de futebol e que chegaram ao sucesso”, lembra ele. Alvorada já teve experiência semelhante com o RS Futebol Clube (2001) e o Pedrabranca FC (2008), contudo, o Arecuja possui raízes muito fortes e consolidadas, que agora vai realizar o sonho da “família Arecuja”.

Centro de Treinamento

A atual sede do Arecuja, na rua  Eduardo Silva Peixoto, 689, Jardim Algarve, será “repaginada”, surgindo ali um Centro de Treinamento com estrutura adequada para preparar desde as categorias de base, sub 20 e sub 15, até os atletas profissionais em uma equipe competitiva.

No endereço está a Praça de Esportes Delmar Marques da Silva, conhecida como o Buraco da Coruja, que conta com campo de futebol e ginásio de esportes.

Consolidado este objetivo, está sendo encaminhada parceria com o Botafogo, do Rio de Janeiro, que deve iniciar em setembro.

O objetivo é chegar à 1ª divisão do Gauchão em três ou quatro anos.

Um pouco de história

A Associação Beneficente Recreativa e Cultural Jardim Algarve foi criada em 1994 por um grupo de 14 amigos com o objetivo de formar uma equipe vencedora e que pudesse oferecer condições de um lazer com qualidade à comunidade local. As reuniões aconteciam na casa de César Xavier.

As cores rubro negras foram inspiradas no Brasil de Pelotas. Ainda que não houvesse sede própria, passou a participar de jogos amistosos até 1997. Neste ano esteve presente no Campeonato Municipal, com a categoria Veterano acima de 30 anos, e foi campeão do Torneio 1º de Maio, iniciado uma série de conquistas.

Em 1999, a equipe passou à categoria Sênior, acima de 40 anos, novamente disputando o Campeonato Municipal e chegando ao título com apenas uma derrota. O ano foi marcado, também, pela conquista de uma área, doada pela Prefeitura, onde iniciou a construção da sede.

Cada vez mais forte, foram conquistados os títulos da Copa Santos, vice-campeão Sênior Municipal em 2001 e 2005, seguido de diversos títulos com o Máster.

Nesta época surgiram as categorias de base, dos 8 aos 17 anos, dentro do projeto A Bola da Vez, ocupando os meninos no turno inverso às aulas. O auge do projeto aconteceu em 2008, quando no Torneio 1º de Maio o Arecuja, participando com oito categorias, chegou a sete finais e seis títulos de campeão.

Outros importantes resultados surgiram em participações na Suliga, 3º lugar pré-mirim e 3º lugar no Campeonato Estadual Juvenil.

Em 2012, além das conquistas em campo, surgiu a parceria com a Cervejaria Kaiser que possibilitou a construção de parte dos vestiários e uma sala de palestras com capacidade para 20 pessoas.

Hoje, o Arecuja possui um patrimônio que ultrapassa 100 troféus nas categorias Fraldinha, Pré Mirim, Mirim, Infantil, Juvenil, Juniores, Amador, Sênior, Máster, Coroa e Feminino em campo e também no Futsal.

Ainda que tenha suspendido as atividades durante a pandemia do novo coronavírus, o trabalho seguiu de bastidores seguiu ainda mais forte e o resultado é o Arecuja Alvorada FC.

- PUBLICIDADE -