Imagem: Divulgação / OA

O mês está acabando, mas com ele não se encerra a importante campanha Setembro Amarelo, de prevenção ao suicídio. Esta é uma das consequências de um mal que aflige a humanidade, principalmente em tempos de pandemia e isolamento social: a depressão. E justamente neste período, dois artistas alvoradenses lançam seus trabalhos sobre o tema.

Rogério Tavares, que por 36 anos morou em Alvorada e há dois está dividindo entre a cidade e Porto Alegre, lança o livro “Estou com depressão e agora?”

A obra é composta por 10 acontecimentos do dia a dia, situações que demonstram traços marcantes de depressão e que, por muitas vezes, passam despercebidas.

O próprio autor é prova de que superar adversidades é possível. Aos cinco anos foi diagnosticado com arritmia cerebral; aos nove teve duas convulsões. Nesta fase, o neurologista orientou os pais a não o forçarem nos estudos. E, finalmente, aos 14, graças à determinação de médicos e da família, recebeu diagnóstico de cura.

Contudo, sintomas de depressão sempre fizeram parte de sua vida, não sendo suficientes para desestimulá-lo. Formado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, com duas pós-graduações, trabalha em uma das maiores cooperativas de crédito do Brasil. É um entusiasta e estudioso em desenvolvimento humano, atuando em diversos projetos sociais, palestrante e palhaço! Em resumo, se dedica e se reinventa para mostrar que é possível superar todos os obstáculos do dia a dia, e ainda ser uma pessoa melhor. Vale a pena conferir!

Cartas ao Multiverso

Com foco em pessoas que sofrem de transtornos como ansiedade, pânico ou depressão, assim como ele, o artista alvoradense Edu Silveira lança seu segundo vídeo, “Cartas ao Multiverso”, dando sequência ao EP Multiverso.

Na descrição do vídeo Edu declara: “Todos nós sofremos um pouco com cada e nesse mês de setembro vivemos o mês amarelo. Porém esse som é para todos os dias do ano. Quero dizer que sempre tem uma saída, a Vitória é logo ali e ela é saborosa. Peça proteção ao universo que ele te dará! Precisando de ajuda? Liga 188 ou chama ‘noiz’ pra trocar uma ideia, o importante é o amor!”

Confira o trabalho com letra de Edu Silveira, Beat de Magrão, Batcaverna na captação de voz e filmagem de Leandra Ferreira.