Assinado termo de cooperação para uso de mão de obra prisional em Alvorada

Projeto do Governo do Estado estabelece parceria com municípios e visa reinserção social

105
Foto: Portal Cidade / Reprodução / OA

A partir de termo assinado esta semana entre a Prefeitura de Alvorada e a Secretaria Estadual da Justiça, apenados do regime semiaberto do Instituto Penal Irmão Miguel Dário, passam a desenvolver atividades de pequenos reparos e manutenção para a Administração Municipal.

O objetivo é oferecer um salario digno aos apenados e possibilitar a reinserção dessas pessoas ao convívio social, “o que configura um ganho para a sociedade”, avalia o prefeito José Arno Appolo do Amaral.

O acordo, assinado na manhã de terça-feira (17) pelo prefeito Appolo é com a Secretaria Estadual da Justiça, Sistema Penal Socioeducativo, Superintendência dos Serviços Penitenciários e prevê a utilização de mão de obra prisional em serviços públicos na cidade.

Entre as ações que poderão ser desenvolvidas, pintura e consertos de portas, fechaduras, janelas e mobiliário, troca de reboco, tratamento contra infiltrações e umidade, assentamento de revestimentos cerâmicos, instalação e manutenção de aparelhos de ar condicionado e serviços elétricos e hidráulicos, marcenaria, serralheria e produção de artefatos de concreto, serviços gerais, limpeza pesada, corte de grama, limpeza de pátio, limpeza de valetas, sinalização viária…