Sindicato dos servidores apoiou as atividades desta manhã / Foto: Divulgação / Sima / OA

O Dia Nacional da Luta Antimanicomial, 18 de maio, foi marcado em Alvorada por atividades organizadas pelo Conselho Municipal de Saúde e Secretaria de Saúde e realizadas no centro a cidade com o tema “Nenhum passo para trás, manicômio nunca mais”.

Nesta quarta-feira dezenas de pessoas estiveram em frente à Prefeitura com faixas e cartazes que procuravam conscientizar a comunidade sobre os direitos das pessoas com problemas mentais. As atividades iniciaram com confecção de cartazes com o tema “Qual é a sua Loucura?”, na rua Jovelino de Souza e sem seguida houve caminhada pela av. Presidente Getúlio Vargas até a Prefeitura. Durante o restante do dia, a praça Leonel Brizola recebe atividades relativas ao tema.

Movimento de Luta Antimanicomial
Este dia foi proposto pelo Movimento de Luta Antimanicomial, que combate a ideia que se deva isolar o paciente em nome de tratamentos que são cercados de preconceitos. O Movimento quer lembrar que, como todo cidadão, eles têm o direito fundamental à liberdade, o direito a viver em sociedade, além do direto a receber cuidado e tratamento sem que para isto tenham que abrir mão de seu lugar de cidadãos.

O Movimento da Luta Antimanicomial teve seu início em 1987, em continuidade a ações de luta política na área da saúde pública no Brasil por parte de profissionais de saúde que contribuíram na própria constituição do SUS. Desde então a participação paritária de usuários de serviços e seus familiares se tornou característica deste movimento. Desde aquele ano o lema do movimento é “Por uma sociedade sem manicômios”, e o 18 de maio foi definido como o Dia Nacional da Luta Antimanicomial, comemorado desde então em todo o país.

Fonte: O Alvoradense