Foto: CCS / Divulgação / Arquivo OA

Muitos alvoradenses estranharam os valores do IPTU 2017, que apresentaram quantias superiores aos 30% no imposto territorial e 18% no predial da atualização da Planta de Valores, determinada em lei.

Ainda com o desconto de 15% para os que pagarem a vista até 30 de janeiro e de 10% aos que quitarem em 28 de fevereiro, há muitos que saem descontentes da Prefeitura nestes primeiros dias de janeiro.

“É que os contribuintes comparam os valores totais de 2016 com os atuais”, esclarece o secretário da Fazenda, Marcelo Machado. Ele lembra que ano passado houve a devolução do IPTU cobrado a mais em janeiro e fevereiro de 2015, quando foi aprovado um aumento de 100% na Planta de Valores, posteriormente revogado.

Havia, ainda, uma diferença na Taxa do Lixo de 2014, que também foi compensada em 2016. “Daí a diferença de valores”, esclarece ele, salientando que, em média, o Imposto teve um aumento de 20% para os alvoradenses.

Fonte: O Alvoradense