Estudantes embarcaram para os EUA no sábado | Foto: Divulgação / São Marcos / OA
Estudantes embarcaram para os EUA no sábado |Foto:Divulgação/SãoMarcos/OA

Com o objetivo de aperfeiçoar o trabalho que iniciou há 24 anos e que hoje é referência no estado, a Banda Marcial São Marcos embarca com destino ao Texas, nos Estados Unidos, para um intercâmbio de 10 dias na Faculdade de Música da Universidade Texas Tech, cidade de Lubbock.

Um grupo de 23 alunos da Escola São Marcos, oito mães, um tradutor e os maestros Everson Silva e André de Oliveira viajaram no sábado (12) para dias de intenso trabalho com workshops, ensaios, treinamentos especiais e máster classes com professores de música no estado que é considerado o mais conceituado na organização e implementação de programas ligados a bandas marciais. O objetivo é transformar a São Marcos em “march band”, ou seja, um grupo musical de grandes shows, a exemplo das bandas norte americanas.

• ASSINE: Receba a edição impressa do jornal O Alvoradense em casa

destino-banda-sao-marcos-eua-alvorada-rsLuiza Feijó Pfluck, 16 anos, e Desyerêe Tavares, 13, tem expectativas semelhantes quanto à viagem. “Será uma oportunidade de conhecer novas técnicas, adquirir conhecimento, não só para a banda, mas também para a vida”. Já a mãe Tânia Godinho da Cunha, que tem o segundo filho na banda, nunca imaginou realizar uma viagem internacional e confessa que não acreditou que essa acontecesse. “Estou animada com a novidade e acredito que será uma experiência única”.

Os custos da viagem, bancados por cada integrante, ficaram restritos à passagem, visto e passaporte. No Texas, mais de 50 pessoas e instituições, entre elas a prefeitura de Lubbock e o McDonald’s, se organizaram para receber o grupo e dar apoio na hospedagem, transporte e alimentação. “A cidade está mobilizada para nos receber”, comemora André.

A chegada dos estudantes brasileiros teve repercussão na mídia local. O veículo Fox 34 publicou em seu site uma matéria relatando um pouco a interação entre as bandas marciais.

Maestros
O professor André de Oliveira atua na banda desde o seu início. Já Everson é ex-aluno da escola e ex-integrante da primeira composição da banda. Foi convidado, em 2011, a assumir da Banda Mirim, que serve como preparação para a Marcial.

Essa é a segunda vez que a Banda Marcial faz uma viagem internacional. A primeira foi em 1998 quando participou de um Festival Internacional no Chile.

Fonte: O Alvoradense