O topo do pódio é uma constante para a atleta alvoradene / Foto: Arquivo Pessoal / OA

Ao iniciar a Olimpíada 2016, o maior evento esportivo do planeta, muito se fala no sonho Olímpico. Na vontade de participar dos jogos que muitos atletas possuem, mas poucos podem realizar.

Este desejo, especialmente neste ano de Jogos no Brasil, está presente na maioria das modalidades, e vai desde o futebol até as artes marciais.

Uma jovem atleta de Judô tem a possibilidade de levar o nome de Alvorada para o pódio olímpico. Brenda Andrades, 14 anos, treina desde os 10 na Sogipa, em Porto Alegre. Competindo na categoria Sub 15 (- 44kg) foi em Alvorada que começou no esporte, aos sete anos.

Nesses anos ela acumula vitórias e experiências que lhe permitem pensar em participar de uma Olimpíada. Já foram mais de 60 títulos, 112 medalhas e muitas amizades.

Além de treinar com o grupo Olímpico da Sogipa em algumas oportunidades, Bruna convive com a campeã mundial e medalhista Olímpica Mayra Aguiar e é amiga da judoca Maria Portela. “Assistir os treinos dessas duas atletas é inspirador, e a amizade da Maria é muito importante para mim”, declara a jovem atleta.

Em 2016 Brenda tem pela frente grandes desafios, principalmente a seletiva nacional na Bahia, que pode lhe garantir vaga na Seleção Brasileira de Judô caso ela suba no pódio.

Mas antes disso ela quer representar Alvorada e sua escola, a Olga Benário, nos Jogos Escolares Brasileiros (Jebs), que acontecem em setembro, em João Pessoa, Paraíba.

Se tudo der certo, a tão esperada participação em uma Olimpíada pode ocorrer em 2020, em Tóquio. Seria uma doce coincidência ver a alvorada de seu sonho na Terra do Sol Nascente.

Maria Portela e Brenda Andrades, uma amizade além do tatame / Foto: Arquivo Pessoal / OA
Maria Portela e Brenda Andrades, uma amizade além do tatame / Foto: Arquivo Pessoal / OA

Fonte: O Alvoradense