Ofício está assinado pelo presidente da Câmara, Gerson Luís | Foto: Divulgação / OA

O presidente da Câmara de Vereadores de Alvorada, Gerson Luís, “recomendou” ao prefeito Professor Serginho que pague a trimestralidade dos servidores municipais em um prazo de 72 horas.

Segundo o ofício assinado por Gerson Luís e enviado ao Executivo, em caso de descumprimento a Câmara “poderá ensejar seu enquadramento no inciso VII do artigo 4º do Decreto-Lei nº 201/67, referentes aos crimes de responsabilidade cometidos pelo prefeito”.

O decreto, que é Federal, cita como atitude passível de cassação de um prefeito “praticar, contra expressa disposição de lei, ato de sua competência ou omitir-se”. No entendimento do Legislativo, o não pagamento descumpre uma lei municipal aprovada pelos vereadores e que ainda está em vigor.

[wp-svg-icons icon=”file-4″ wrap=”b” color=”#dd9933″] Servidores voltam a ocupar prédio da prefeitura

O pagamento do qual o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Alvorada (Sima) diz cobrar faz referência aos últimos três meses de 2015, período anterior ao decreto assinado por Serginho.

O prefeito decretou a suspensão do benefício em 23 de fevereiro deste ano, após apontamento do Tribunal de Contas do Estado (TCE) indicar que a Prefeitura havia atingido o limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Fonte: O Alvoradense