Dois homens foram presos em flagrante pela Brigada Militar e encaminhados à Polícia Federal | Foto: 24BPM/Divulgação/OA
Dois homens foram presos em flagrante pela Brigada Militar e encaminhados à Polícia Federal | Foto: 24BPM/Divulgação/OA

A mega apreensão de cigarros contrabandeados realizada na noite de terça-feira pela Brigada Militar (BM) no bairro Sumaré renderia R$ 1,2 milhão aos criminosos. A estimativa é da Polícia Federal (PF), que encontrou 820 caixas do produto escondidos no fundo falso do caminhão-tanque.

Cada caixa contém dez mil cigarros, o que faz desta apreensão de 8,2 milhões de unidades do produto uma das maiores do Rio Grande do Sul. De acordo com a polícia, esta é a primeira vez que uma ocorrência deste tipo é registrada em Alvorada.

Os dois homens presos em flagrante no momento em que transferiam a carga do caminhão, com placas de São Paulo, para um ônibus, emplacado em Santa Catarina, foram encaminhados à Polícia Federal, assim como a carga apreendida e os veículos.

A ousadia dos bandidos surpreendeu a BM. Ao vistoriar o caminhão-tanque abrindo as escotilhas era possível verificar que no local havia combustível. Os cigarros foram escondidos por um corte realizado na parte de baixo do veículo.

Apesar da apreensão inédita na cidade, a polícia suspeita que Alvorada possa estar na rota do tráfico de contrabando, servindo do ponto de distribuição para as cidades da Região Metropolitana.

As 820 caixas de cigarros estavam sendo colocadas no interior do ônibus no momento da apreensão | Foto: 24BPM/Divulgação/OA
As 820 caixas de cigarros estavam sendo colocadas no interior do ônibus no momento da apreensão | Foto: 24BPM/Divulgação/OA

Fonte: O Alvoradense