Castramóvel ainda não está apto para uso

Veículo deve cumprir questões técnicas, legais e operacionais para iniciar atendimentos

91
Foto: Divulgação / OA

Não há previsão para o início dos atendimentos no Castramóvel em Alvorada. Esta foi a principal informação da live no Facebook da SMS Alvorada, feita na quarta-feira (11), com o diretor geral da Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ), Carlos Soares, e o médico veterinário Marcelo Vallandro, responsável técnico da UVZ.

Eles esclareceram que a chegada do veículo foi uma das etapas de um processo que iniciou há algum tempo e que chegou a estar parado durante a pandemia. Agora, é necessária a solução de questões técnicas, legais e operacionais para implementar o serviço.

Como exemplo, lembraram a necessidade de emplacamento do Castramóvel, inclusão do equipamento no patrimônio da Prefeitura, credenciamento junto ao Conselho Regional de Medicina Veterinária, aquisição de insumos e destinação e treinamento de pessoal para o trabalho no Castramóvel, entre outros. Portanto, ainda não há uma data determinada para o início do trabalho, que deverá ir gradativamente aos bairros, conforme forem identificados dentro do programa de castração e saúde animal de Alvorada.

Por outro lado, confirmaram que todos os próximos passos, principalmente os de credenciamento e seleção dos beneficiados, serão amplamente divulgados nas redes sociais da Prefeitura de Alvorada, SMS Alvorada e UVZ Alvorada.