| Foto: Jonathas Costa / Arquivo OA
Moradores do bairro Americana tiveram de deixar suas casas por causa da enchente | Foto: Jonathas Costa / Arquivo OA

Segundo o último levantamento divulgado pela prefeitura, na tarde de domingo (19), cerca de mil residências foram atingidas pelas cheias do Arroio Feijó e do Rio Gravataí em três bairros da zona Norte de Alvorada.

Até à noite de ontem, o governo municipal calculava que cerca de quatro mil pessoas dos bairros Americana, Nova Americana e Sumaré foram afetadas pela enchente.

• ASSINE: Receba a edição impressa do jornal O Alvoradense em casa

A chuva que atingiu a cidade desde no domingo agravou a situação. Além do avanço significativo da água na Americana, a enchente afeta várias ruas do bairro Sumaré, como a João Inácio, Taimbé, Viamão, União, Porto Rico, Salgado Filho e Vasco da Gama.

Na Nova Americana a situação é mais grave na rua D. O arroio que corta a região transbordou e a água passa por cima da avenida Itararé, onde o trânsito está bloqueado desde o domingo.

• SAIBA MAIS: Enchente se aproxima do nível histórico de 2013

De acordo com a Defesa Civil Municipal, 51 famílias estão desabrigadas no Ginásio Tancredo Neves e outras 139 estão desalojadas em casas de parentes e amigos.

Uma reunião na tarde desta segunda-feira entre a Defesa Civil de Alvorada e a Estadual deve discutir ações para minimizar o impacto das cheias na cidade. No domingo, a prefeitura instalou o Gabinete de Gestão de Crise para buscar desconto na conta de água e liberação do FGTS para os moradores.

• COMO AJUDAR: Saiba onde entregar as doações

Fonte: O Alvoradense