A chuva forte marcou o início desta segunda-feira (13). Com diversos pontos de alagamento, muitos moradores de Alvorada não conseguiram sequer sair de casa de manhã. A previsão do tempo já apontava intensas pancadas de chuva no início da semana, que devem durar por mais três dias ainda. O fenômeno El Niño deve fazer com que os próximos meses apresentem instabilidade acima da média.

A avenida Frederico Dihl logo cedo já apresentava pontos de alagamento. Com muitos buracos, a via se tornou perigosa em um dos momentos de pico de trânsito. Segundo relatos, o bairro Umbu foi outro atingido por enchentes. Para o morador Diogo Vilarte, o local “parece uma piscina gigante”. O arroio do Umbu, inclusive, começou a transbordar próximo das 7h30min.

ASSINE a edição impressa do jornal O Alvoradense

As saídas de Alvorada são um dos principais problemas. A avenida Baltazar de Oliveira Garcia ficou alagada, mas ainda assim é possível passar lentamente e com cuidado por ela. Já a avenida Assis Brasil, próximo à Fiergs, também apresenta pontos em baixo de água. Mais adiante, há pontos quase intransitáveis na avenida Sertório, em Porto Alegre.

O bairro Americana historicamente sofre com as enchentes. Nesta segunda não foi diferente. Moradores relatam que há diversos locais tomados pela chuva no bairro. Em alguns pontos carros pequenos não conseguem transitar.

• Veja como foi a transmissão ao vivo no início da manhã

O leitor Alex Romagna destaca que o bairro Maria Regina também apresenta pontos de alagamento. Já a leitora Daiane Fajardo chama atenção para enchentes no bairro Figueira.

Segundo a MetSul, somente nestas primeiras horas do dia já foram registrados 44 milímetros de chuva na Zona Norte de Alvorada. Volume é considerado alto para um curto período de tempo. Além disso, houve registro de granizo em pelo menos 40 municípios gaúchos.

Fonte: O Alvoradense