Situação é crítica em Santa Catarina, onde rios transbordaram e alagaram várias cidades | Esquadrão Arcanjo/CBMSC/Divulgação/OA
Situação é crítica em Santa Catarina, onde rios transbordaram e alagaram várias cidades | Esquadrão Arcanjo/CBMSC/Divulgação/OA

Subiu para 20 mil o número de pessoas atingidas pelas chuvas em Santa Catarina. Segundo a Defesa Civil, até a manhã desta segunda-feira (23), as enchentes atingiam 70 municípios, dos quais seis decretaram situação de emergência.

• FOTOS: Veja imagens das áreas atingidas

Mais de 4,6 mil casas foram danificadas pela inundações, por destelhamentos, queda de granizo ou deslizamento de terra.

No Vale do Itajaí, um dos municípios mais atingidos é Blumenau, com 12,3 mil pessoas desabrigadas e 281 desalojadas, além de 3,1 mil residências e 1,3 mil estabelecimentos comerciais e industriais afetados pela inundação. A cidade havia se preparado para as enchentes, com 23 abrigos, desligamento preventivo de energia nas ruas próximas do leito do Rio Itajaí-Açu, que banha o município, e uma força-tarefa formada por representantes das defesas civis municipal e estadual, do Corpo de Bombeiros, da prefeitura, de escolas e outras instituições.

Outro município em situação crítica no Vale do Itajaí é Rio do Sul, onde 1,5 mil pessoas estão desalojadas e 536, desabrigadas. Rio do Sul conta com 18 abrigos para as vítimas das enchentes.

Mesmo com previsão de queda no volume de chuvas, a Defesa Civil mantém o alerta para risco de deslizamentos de encosta nos municípios da Grande Florianópolis, no litoral e no Planalto Norte, Vale do Itajaí, litoral sul, Meio-Oeste, Planalto e litoral sul.

Podem ocorrer alagamentos e inundações nas áreas com drenagem deficiente, especialmente no litoral, vulnerável aos efeitos da maré, e na Bacia do Rio Itajaí. Há também alerta para inundações em Lages.

Fonte: Agência Brasil