Ciclone ganhou proporções históricas nas últimas horas e seu centro está sob o Uruguai | Foto: Divulgação

Os efeitos do ciclone extratropical, que se move a Leste do rio da Prata, trazem riscos de danos ao Rio Grande do Sul nesta quarta-feira (14).

O fenômeno se aproxima do território gaúcho e os ventos, de forma geral, devem ser de moderados a fortes. O centro do ciclone, contudo, não deve chegar ao Estado.

Na maioria das regiões, o vento máximo deve variar entre 60 km/h e 80 km/h. Rajadas intensas e com potencial de danos e transtornos, localmente acima de 100 km/h, podem ocorrer no Sul e no Leste. Na beira da praia, no Litoral Sul gaúcho, as rajadas podem superar os 100 km/h a 120 km/h.

Em Porto Alegre e região Metropolitana, o vento sopra de forte a muito forte com rajadas de 70 km/h a 90 km/h. São esperados novos transtornos, especialmente no Sul do Estado e na costa, como queda de postes, árvores, falta de luz e alguns destelhamentos. Na quinta, com o afastamento do ciclone, a ventania deve perder força.

Em Alvorada os termômetros oscilam entre 12°C e 19°C.

Fonte: MetSul