II caminhada pela acessibilidade destacou a importância de todos lutarem pela causa| Foto: Aline vaz/ OA

Na manhã de hoje, dia 16, aconteceu a II Caminhada pela Acessibilidade. Professores, alunos e autoridades fizeram a passeata que começou na Avenida Getúlio Vargas, na parada 45 e foi até a praça central, em frente a prefeitura. O evento foi promovido pelo Centro de Integração e Recursos(Cir) com o apoio da Secretaria Municipal de Educação (SMED) e da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae).

A caminhada tem como objetivo sensibilizar, conscientizar e mobilizar o comércio e os bancos das dificuldades enfrentadas  por aqueles que possuem necessidades especiais. Segundo a diretora do Cir, Mariah Thines, as as pessoas que têm algum tipo de deficiência não querem nada gratuito, mas sim, ter condições iguais. “Hoje percebemos que eles não querem nada de graça, só querem ter a possibilidade de entrar numa loja para comprar uma roupa, por exemplo, sem ter que esperar a atendente no lado de fora ”, explica. Mariah destaca a importância da causa em que todos tem direito a ter direitos.

O projeto

O CIR (Centro de Integração e Recursos) foi criado em 1999 para atender alunos, crianças e adolescentes, com dificuldades de aprendizagem ou com necessidades especiais, oriundos da Rede Pública Municipal. Os alunos são encaminhados pela escola, uma vez comprovada a necessidade de auxilio, estes são atendidos com profissionais como psicólogos, fonoaudiólogos. Além de, terem noções básicas em grupos de português, matemática e expressão os alunos também recebem ajuda para aprenderem a ler e escrever.

Jogos, brincadeiras, apresentações e também a oficina de brinquedos recicláveis são uma didática de grupo familiar, onde, não só os alunos aprendem, mas também, os pais.

Fonte: O Alvoradense