Presidente Vladimir falou a um empolgado público / Foto: Mariú Delanhese / OA

A convenção do PSB, realizada na noite de segunda-feira (1), apresentou os 26 candidatos a vereador. A definição sobre a composição da chapa para a disputa na majoritária não foi definida. A mesa de trabalho foi composta pelo presidente do partido, Vladimir da Silva, o vereador Reginaldo Rocha, uma representante do segmento feminino socialista alvoradense e membros dos gabinetes do deputados Federal José Stédile e Estadual Mike Breier. Participaram mais de 200 pessoas, que empunhavam bandeiras e faixas de seus candidatos à Câmara Municipal.

O clima de indecisão política que paira em Alvorada motivado pelo embate promovido no PDT, refletiu no Partido Socialista Brasileiro. E apesar do PSB não ter coligado com nenhuma outra sigla, estiveram presentes ao evento representantes do PCdoB, com a presidente Priscila Duarte; PTB, com o vereador Neto Girell e o ex-prefeito Carlos Brum; PT com a pré-candidata à Prefeitura Giovana Thiago e o próprio PDT, primeiro com o ex-vice-prefeito Geovani Garcia e, por fim, representado pelo vereador Preto e o candidato a vice-prefeito José Gomes.

Em sua fala o presidente Vladimir afirmou que o PSB se organizou “para sair à rua, a cada dia, com força de vencer e lutando até o fim”, incentivou a militância. Segundo ele, agora cabe ao diretório executivo definir coligações e uma participação em chapa majoritária.

Para o vereador Reginaldo, secretário geral do PSB Alvorada, esse é o início da construção de uma candidatura a prefeito pelo partido em 2020. Ao jornal O Alvoradense o parlamentar afirmou que há uma conversa com o PDT. Contudo, dependendo dos desdobramentos do Partido Democrático Trabalhista na cidade. As outras opções são o PMDB ou o PT, que realizam suas convenções na quarta e sexta-feira, respectivamente. “Vamos definir pelo que acreditarmos ser o melhor para a cidade, independente de compormos chama majoritária ou não”, garantiu Reginaldo.

Fonte: O Alvoradense