Incentivo ao esporte e disciplina são duas das principais bandeiras da nova diretoria | Foto: Amanda Fernandes / OA

Fundado em 1953, a Sociedade União é o clube de maior importância dentro da cidade, mas também é hoje um clube esquecido pelos sócios.  Pelos sócios, não pela administração. Presidente desde agosto de 2011, Sandro Mello iniciou sua gestão com a intenção de resgatar o tradicionalismo do único clube da cidade.

Ao longo destes oito meses de trabalho intenso, vários espaços do clube já foram reformados para atender melhor aos poucos sócios que permaneceram acredi-tando no local depois de uma série de problemas enfrentados ao longo dos últimos anos. As piscinas ainda representam a maior parte do faturamento do clube. Reformas devem estar finalizadas antes do começo da próxima temporada.

Na luta para reerguer o clube, Mello colocou os salários dos servidores em dia e iniciou uma batalha para pôr a Sociedade União no caminho do crescimento novamente.
Entre as reformas estruturais estão a reformulação das sedes Campestre e Social, campos e piscinas. Mesmo com as dificuldades encontradas devido ao baixo índice de novos sócios, ele e o tio, José Nestor Silva da Cunha, diretor de patrimônio do clube, lutam para que este volte aos tempos áureos e sirva novamente de referência do esporte e das tradições da cidade. Todas as áreas de estar e lazer do clube estão passando por reformas que visam ao melhor atendimento aos sócios.

Cunha, alías, é sócio do clube desde a década de 50, e relembra todas as fases da instituição. “Isso aqui chegou a ter 5 mil sócios”, relembra ele os tempos de ouro.
O diretor também afirma que a meta principal é trazer de volta essa realidade ao clube, que hoje não conta nem com um terço desse número. O clube já passou por vários momentos que se confundem com a própria história da cidade. Momentos de fartura e atividade intensa, e outros em que era preciso fazer mágica para conseguir administrar de forma tranquila.

Hoje eles visam a resgatar essa presença da sociedade nas atividades municipais. O baile em comemoração ao aniversário da cidade, celebrado em setembro, já está com data marcada e se realizará na Sede Social do União.

As piscinas ainda representam a maior parte do faturamento do clube. Reformas devem estar finalizadas antes do começo da próxima temporada | Foto: Amanda Fernandes / OA

O esporte na formação da cidadania

Administrando com disciplina, comprometimento e profissiona-lismo, eles passaram a se dedicar ainda mais com a formação moral dos meninos que ingressam nas escolinhas de futebol do clube. “Mais do que atletas, queremos formar homens. Todos, desde o mais novo ao mais habilidoso, têm que ter a mesma disciplina”, defende Mello.

O presidente participa das atividades do clube com a família desde criança e percebe a importância que esse convívio teve para seu crescimento. Mello também acredita na importância de uma formação visando à disciplina porque, crê ele, isto agrega ao desenvolvimento das crianças e adolescentes que fazem parte das escolinhas da Sociedade. A Sede Campestre da Sociedade União fica na rua Primavera, no bairro Formoza.

Fonte: Amanda Fernandes / O Alvoradense