Coca-Cola abre inscrições para edital “Ideias para um Mundo Melhor”

Alvorada está entre os municípios gaúchos que podem inscrever projetos de inclusão, empreendedorismo e meio ambiente

315
Projeto “Empreendaí”, da ONG Misturaí (Vila Planetário) Foto: Luciano Sito / Divulgação / OA

A Coca-Cola FEMSA Brasil, maior engarrafadora de produtos Coca-Cola no mundo em volume de vendas, lançou a 6° edição do edital “Ideias para um Mundo Melhor”, que este ano vai destinar até R$ 50 mil para ONGs que apresentarem projetos sociais que atuem no desenvolvimento comunitário e bem-estar social nos seis estados em que atua.

No Rio Grande do Sul, instituições de Alvorada, Cachoeirinha, Canoas, Gravataí e

Porto Alegre podem inscrever seus projetos. Estes precisam ser focados no desenvolvimento comunitário, com foco na inclusão, empreendedorismo e meio ambiente.

A edição de 2021 abre oportunidades para propostas provenientes de organizações sociais divididas em três áreas:

Inclusão, em que poderão ser tratados temas como diversidade, empoderamento dos públicos feminino, racial, LGBTQIA+, PCD e refugiados;

Meio ambiente, com temas voltados para água, economia circular e clima e

Empreendedorismo, voltado para o fomento econômico, geração de emprego e renda.

“Com o avanço da vacinação e a expectativa do retorno à normalidade, essa edição do edital “Ideias para um Mundo Melhor” visa empoderar as pessoas através de crescimento pessoal, profissional e de inclusão. O edital já se mostrou relevante ao impactar 20.600 pessoas por intermédio de ONGs e reforça a missão da Coca-Cola FEMSA Brasil de gerar bem-estar social nos lugares em que está presente”, afirma Camila Amaral, diretora Jurídica e Assuntos Corporativos.

Para incentivar o maior número de inscrições de projetos, a companhia oferece, em parceria com a ONG Parceiros Voluntários, instituição sem fins lucrativos que dissemina a cultura do trabalho organizado, cursos de capacitação voltados para a elaboração de projetos, metas e indicadores, além de conceitos de inovação e ferramentas digitais.

Este ano, além de Porto Alegre e as cidades da Região Metropolitana selecionadas, estão aptas a concorrer instituições das cidades de Bauru, Jundiaí, Marília, Mogi das Cruzes (SP), Antônio Carlos (SC), Maringá e Curitiba (PR), Itabirito (MG) e Campo Grande (MS). Cada uma delas poderá receber aportes de até R$ 50 mil do edital, a serem distribuídos entre os projetos selecionados.

Nos cinco anos de edital, o aporte financeiro da Coca-Cola FEMSA Brasil possibilitou o desenvolvimento de ações capazes de amenizaram desigualdades sociais. Aldeias Infantis SOS e ONG Misturaí foram as vencedoras do edital de 2020 aqui no Estado.

Em Porto Alegre, o Instituto Misturaí propôs o projeto “Empreendaí”, que tem como foco a capacitação de mulheres para atuação em construção civil, costura e cozinha. O objetivo da ação é o empoderamento feminino e a geração de renda por meio do empreendedorismo social.

As duas iniciativas do ano passado tiveram um grande atraso no início das atividades em função da pandemia e dos necessários dias de restrições de atividades. A FEMSA acompanha de perto e recebe relatórios constantes das entidades vencedores sobre a aplicação e destinação dos recursos para os projetos.

Para ter acesso ao edital e inscrever o projeto basta acessar o site http://ideiasparaummundomelhor21.com.br/