Cartazes alertam para a importância do investimento na Cultura | Foto: Divulgação / OA

O Coletivo Alvorada Cultural (CAC), grupo formado por agentes culturais de Alvorada, realizou uma manifestação em frente ao prédio do futuro Centro Unificado de Artes e Esportes (Céu das Artes), no bairro Sumaré.

O objetivo foi chamar a atenção sobre os investimentos públicos direcionados para a área cultural no município.

A última previsão de data de entrega da obra pela Prefeitura era março deste ano, o que acabou não ocorrendo. Em abril, uma nota garantiu que os trabalhos estão “em ritmo acelerado”, sem, contudo, determinar novo prazo para a inauguração do prédio.

Segundo o grupo, “o Instituto Federal e o Céu das Artes são patrimônios públicos com objetivo de fomentar o trabalho através da Cultura”. O protesto também foi fomentado a partir do anúncio de fechamento do Ministério da Cultura, pelo presidente em exercício Michel Temer – decisão que foi recuada no final de semana.

Os manifestantes levaram faixas com dizeres como “Mais Cultura, menos violência!”, “Onde tem arte, não tem violência!”, “O céu é nosso!” e “Quando Temer fecha a Cultura, acaba nosso trabalho!”.

Fonte: O Alvoradense