Resultado coloca o Inter em situação de tranquilidade no jogo de volta | Foto: Alexandre Lops/Inter/OA
Resultado coloca o Inter em situação de tranquilidade no jogo de volta | Foto: Alexandre Lops/Inter/OA

Depois de uma primeira etapa devagar e de chances desperdiçadas, que chegou a gerar algumas vaias da torcida, o Inter voltou mais incisivo no segundo tempo e garantiu a goleada por 3 a 0 sobre o Salgueiro.

• FOTOS: Veja as imagens da partida

D’Alessandro marcou de pênalti, Scocco ampliou após grande jogada de Forlán e o uruguaio guardou o seu para os colorados celebrarem a vitória em Novo Hamburgo.

Com o resultado, os comandados de Dunga tem larga vantagem para a partida de volta, em Pernambuco. Podem perder por até dois gols de diferença e classificar e ainda detêm a possibilidade do saldo qualificado, obrigando o Salgueiro a vencer por quatro gols de diferença se marcarem fora.

Chances aparecem, apesar de ritmo lento
O primeiro tempo começou devagar, com o Inter tocando bola sem pressionar o Salgueiro. Apesar do ritmo lento, sempre que chegou na área, o Colorado levou extremo perigo. No saldo dos 45 minutos iniciais, desperdiçou ao menos três chances claras. O Salgueiro teve duas oportunidades, numa bola parada e em falha defensiva.

Kleber perdeu chance logo aos cinco minutos de partida. Foi lançado na esquerda, cortou para a área e chutou forte, mas a bola passou rente à trave direita. Aos 8 minutos, D’Alessandro recuperou bola na frente da área e chutou rasteiro. Mondragón espalmou, Jorge Henrique pegou o rebote e carimbou o travessão.

A partida ficou truncada no meio e o Inter estava sem pressa para apertar a saída de bola do Salgueiro. Com isso, chances de gol vieram apenas aos 19 minutos. Forlán recebeu na entrada da área e tentou o chute colocado. Botou muito efeito e a bola desviou pela direita do gol do Salgueiro.

Salgueiro ensaia atacar, mas leva pouco perigo
Aos 24, Daniel cobrou o primeiro escanteio do Salgueiro, mas Damião afastou de cabeça. A maior ameaça ao gol colorado veio aos 30 minutos. Alexon cobrou falta da direita com muito efeito e acertou o travessão, dando um susto no goleiro Allisson. Enquanto isso, Forlán experimentou mais duas vezes de fora da área, mas chutou ambas perto do gol, mas sem carimbar as redes.

O Salgueiro ameaçou de novo aos 38 minutos, quando Ronaldo Alves e Juan perderam na dividida de corpo na área. Mas no momento do chute de Fabrício Ceará, Juan se recuperou e tirou para escanteio. O derradeiro ataque do Inter na primeira etapa, mas uma bola incrível. Kleber cruzou na pequena área e Damião fechou pelo meio em velocidade. Sem goleiro, a bola bateu na sua perna e foi para a linha de fundo.

D´Alessandro marcou o primeiro do Inter em cobrança de pênalti | Foto: Alexandre Lops/Inter/OA
D´Alessandro marcou o primeiro do Inter em cobrança de pênalti | Foto: Alexandre Lops/Inter/OA

Scocco incendeia a partida
No retorno para o segundo tempo, Dunga mandou o time para a frente, com Ignácio Scocco no lugar do volante Ygor. Antes que o Salgueiro pudesse encaixar uma marcação, veio o gol. De forma esquisita, contudo, pois primeiro em confusão na área Kleber mandou ao fundo das redes, mas o árbitro não deu a vantagem para o Inter e marcou um pênalti. Foi apenas um adiamento, pois D’Alessandro cobrou com categoria no canto direito e abriu o placar aos 3 minutos.

Forlán não estava particularmente inspirado na mira, mas funcionou bem como garçom e deu contribuição essencial para o Inter ampliar o placar. Aos 21 minutos, recebeu bola na esquerda e viu a entrada de Scocco na área. O uruguaio mandou por cobertura sobre Mondragón e Scocco precisou apenas escorar para as redes e anotar o 2 a 0.

Scocco também entrou forte na criação ofensiva e, aos 29 minutos, tocou com carinho para D’Alessandro. O argentino serviu de primeira o compatriota, mas D’Ale chutou em cima da marcação. Os gringos seguiram dando trabalho para o Salgueiro, com Forlán cobrando falta aos 31 minutos e botando bola na cabeça de Ronaldo Alves, que cabeceou para fora.

Pelo conjunto da obra, Forlán não podia passar em branco, então foi recompensado aos 42 minutos. Scocco limpou bem a jogada na linha de fundo e alçou no segundo pau. Forlán entrou com velocidade e mandou de cabeça, sem goleiro, para o fundo do gol, dando números finais ao 3 a 0. As informações são do Correio do Povo.

Inter seguiu em ritmo forte em busca do terceiro gol | Foto: Alexandre Lops/Inter/OA
Inter seguiu em ritmo forte em busca do terceiro gol | Foto: Alexandre Lops/Inter/OA

Fonte: O Alvoradense