Na última eleição para escolha dos conselheiros tutelares de Alvorada, que aconteceu em 2009, dos 132 mil eleitores aptos a votar apenas nove mil compareceram às urnas. Esta realidade pode refletir a distância entre a entidade responsável pelas crianças e adolescentes da cidade e as famílias alvoradenses. Para Tiano Caduri, presidente do Comdica (Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Criança) é importante a conscientização da população quanto ao trabalho desenvolvido pelo conse-lheiro tutelar. “Como o voto não é obrigatório, há uma resistência entre os cidadãos”, explica Caduri.

A expectativa da entidade é aumentar o número de eleitores nas urnas no dia 3 de Junho. “Somente com a participação deles construiremos um futuro melhor para nossas crianças e adolescentes”, projeta o presidente do Comdica. A falta de conhecimento da populção em geral quanto ao trabalho exercido pelo conselheiro não é o único problema. Há ainda uma realidade mais alarmante. Quem explica é o próprio presidente: “Existem conselheiros que ao se candidatar pensaram principalmente na estabilidade financeira e não gostam da função que a profissão exerce. Infelizmente isso acontece. Por isso a necessidade de divulgar mais amplamente as eleições, para que os eleitores conhecerem realmente os candidatos e não votem na base da amizade, como acontece hoje”.

Mas afinal, o que faz um conselheiro?

Compete aos conse-lhos tutelares atender crianças e adolescentes e aplicar medidas de proteção e promoção ao bem-estar. É de responsabilidade deles também aplicar medidas pertinentes previstas no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), por isso a importância de escolher bem o seu voto.

Votação vai acontecer no dia 3 de Junho

A votação para esco-lha dos cinco conselheiros tutelares deste ano será no dia 3 de Junho, das 8h ás 17h. Na hora de votar o eleitor deverá escolher apenas um candidato. No total, cinco serão eleitos e outros cincos deverão permanecer como suplentes. Os eleitos assumirão no dia 1º de Julho.

Para votar é necessário levar o título de eleitor e documento com foto nos locais de votação. O voto não é obriga-tório, mas todos os eleitores podem participar.

Justamente para ajudar na hora do voto O Alvoradense preparou uma entrevista com cada um dos candidatos. A primeira pergunta busca esclarecer os motivos de cada um para pleitear as vagas de conselheiros. Já as outras quatro perguntas exploram o perfil de cada um deles. As perguntas foram: Qual o verdadeiro papel do conselheiro tutelar?; De que forma o candidato vê a questão da garantia de direitos permitindo que a família eduque?; De que forma o candidato vê a lei da palmada?; Para você o que é a Proteção Integral?.

As respostas completas você confere clicando no nome de cada candidato abaixo:

• André Lutz

• Andréia Nunes

• Zander

• Karina Pereira

• Silvia Bolico

• Martiela

• Elaine Scherer

• Eva Vani

• Simone

• Lucy

• Rosana

• Cristiane Sierote

• Elza Costa

• Beti

• Viviane Saldanha

• Jaci da Rosa Pinto

• Rose

• Luciano Johan

. Diovana

 * A candidata Lucimara Pereira não enviou as resposta até o fechamento da edição do jornal.

 

Fonte: Aline Vaz / O Alvoradense