Venda de brinquedos nos supermercados ficou concentrada no sábado | Foto: Divulgação/OA
Venda de brinquedos nos supermercados ficou concentrada no sábado | Foto: Divulgação/OA

Com um consumidor cada vez mais atento aos preços, os brinquedos de baixo valor foram os carros-chefes dos supermercados gaúchos no Dia das Crianças deste ano.

De acordo com dados divulgados no sábado (12) pelo presidente da Associação Gaúcha de Supermercados (Agas), Antônio Cesa Longo, as vendas do setor registraram um crescimento de 4% na festividade na comparação com o ano anterior.

O resultado acompanha as expectativas dos supermercadistas, que já iniciam a partir de agora os preparativos para a chegada das festas de Natal e Ano-Novo.

Ao contrário do ano passado, quando o Dia das Crianças caiu em uma sexta-feira e os gaúchos anteciparam suas compras para o dia 11 de outubro, a ocorrência do feriado em um sábado, em 2013, contribuiu para que as compras tenham sido feitas majoritariamente na última hora.

“Isso contribuiu para o incremento nas vendas dos supermercados, que têm boa parte das vendas efetivadas pela conveniência. Muitos gaúchos foram ao supermercado para fazer outras compras e, ao avistarem um brinquedo barato, adquiriram para presentear alguém”, explica Longo, lembrando que sábado é tradicionalmente o dia de maior fluxo de clientes dos supermercados.

Segundo ele, 6 em cada 10 brinquedos comprados nos supermercados foram adquiridos pelos consumidores neste sábado (12).

Consumidor mais cauteloso
Além dos brinquedos, produtos como os refrigerantes (+6%) e os bombons (+5%) também fizeram parte da cesta de compras neste Dia das Crianças. Segundo o presidente da Agas, os gaúchos estão mais atentos do que nunca às promoções e aos preços.

“Sentimos um consumidor mais cauteloso e preocupado em pesquisar preços, e isso certamente dá o tom do cenário de consumo para este segundo semestre”, antecipa Longo. Um levantamento da Associação mostra que as vendas de produtos relacionados ao Dia das Crianças vão representar, em média, 3% do faturamento total dos supermercados gaúchos neste mês de outubro.

Fonte: O Alvoradense