Comunidade protesta no Sítio dos Açudes

Condições das ruas levam moradores novamente a manifestações e pedidos de ajuda

100
Foto: Elias Moreira / Especial / Arquivo / OA

O problema das ruas de acesso e de circulação do Sítio do Açudes parece crônico. Há cerca de nove anos, em 2013, o jornal O Alvoradense, e diversas publicações nas redes sociais, vem mostrando a situação das ruas, principalmente em épocas de chuva, quando se agrava o problema com barro e água empossada.

Um dos pontos mais críticos é a rua Henrique Dias, a principal do bairro e que dá acesso à Escola Municipal  Leonel de Moura Brizola. Devido a uma nova manifestação daquela comunidade, não houve aulas no turno da tarde de quarta-feira (26), e os professores do turno da manhã acabaram impedidos de sair, até próximo das 18 horas, conforme relato de uma moradora.

“O descaso com a comunidade do Sítio dos Açudes precisa ser encarada com seriedade, pois a comunidade sofre muito com isso”, lamenta a moradora.

Nota da Prefeitura

Procurada pela redação do jornal O Alvoradense, a Prefeitura de Alvorada se manifestou através de nota:

“A Prefeitura Municipal de Alvorada informa que há aproximadamente 15 dias foi realizado o patrolamento no local, porém devidos as chuvas da última semana, novamente a população voltou a ter dificuldades de locomoção.

Diante disto, a Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura (Smoi) programou uma ação que foi impedida por alguns moradores que bloquearam a via. Mas nesta quinta feira (26) está ocorrendo um novo patrolamento no local”.