Cano instalado irregularmente leva esgoto para dentro de rio | Foto: Jonathas Costa / OA

O condomínio Altos da Figueira, com 500 apartamentos do programa Minha Casa Minha Vida, foi autuado na terça-feira, dia 2, por crime ambiental. Parte do esgoto do complexo residencial foi descartado dentro de um rio que passa pela pousada Figueira, que faz divisa com o terreno do condomínio no bairro jardim Aparecida, na zona Sul da cidade.

A Brigada Militar de Alvorada confirmou a contaminação do local e repassou o caso para o batalhão ambiental da corporação. Segundo o Sargento Alfredo, as partes assinaram um Termo Circunstanciado e poderão responder no Fórum de Alvorada pelo crime de contaminação de nascentes. A Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luiz Roessler (Fepam) também deve ser acionada para vistoriar o local.

Dono da pousada, Roque Fernandes Sobrinho se diz preocupado com a contaminação da nascente do rio | Foto: Jonathas Costa / OA
Dono da pousada, Roque Fernandes Sobrinho se diz preocupado com a contaminação da nascente do rio | Foto: Jonathas Costa / OA

Proprietário da pousada há dez anos, Roque Fernandes Sobrinho (foto), 51 anos, explica que o cano que leva o esgoto para dentro de sua propriedade já havia sido denunciado por ele mesmo aos responsáveis pela obra do condomínio. “Na época eles me disseram para ficar tranquilo que do cano sairia água da chuva, que era apenas um escoamento”, relembra.

grafico-mapa-onde-fica-condominio-altos-figueira-alvorada-rsEm outubro, no entanto, os primeiros moradores receberam as chaves dos apartamentos e começaram a se mudar para o novo endereço. Na medida em que o condomínio foi recebendo mais moradores, parte do esgoto começou a ser despejado dentro do rio. “Na semana passada, enquanto caminhada aqui por perto, senti um cheiro insuportável e fui verificar de onde vinha, foi quando vi esta cena”, explica Roque apontando para a saída do cano.

No local a terra já demonstra sinais claros de contaminação e há muitos resquícios de papeis, plásticos e lixos secos. O cheiro e a coloração da água, bem escura, não deixam dúvidas de se tratar de esgoto cloacal.

O dono da empresa responsável pela obra se comprometeu, ainda na terça-feira em conversa com o proprietário da pousada, a descontaminar a área e a fechar o cano que leva o esgoto para dentro do rio.

Fonte: O Alvoradense