A Secretaria Estadual de Saúde (SES) confirmou que duas pessoas contraíram meningite B. Os dois casos ocorreram em Viamão, com alunos da Escola Pró-Futuro. Adriano Amaral Camargo, de cinco anos, faleceu na última sexta-feira (13). Já a outra estudante, uma menina, segue internada em estado grave no Hospital São Lucas da PUCRS, em Porto Alegre.

Durante o final de semana, 93 pessoas do colégio foram medicadas com antibióticos – sendo 77 alunos e 16 professores. Entretanto, não foi o suficiente para causar segurança na comunidade escolar. Nesta segunda-feira, poucos alunos compareceram a escola Pró-Futuro.

No Brasil, a rede pública de saúde conta somente com a vacina para meningite C. Na rede privada, há também para os tipos A, W e Y. Não existe no momento o tratamento adequado para o tipo B. Em São Paulo, a vacina deve chegar em abril, mas somente para rede privada.

Todas cidades da Região Metropolitana estão em alerta.

Sobre a doença
A meningite é uma infecção na meninge – isto é, três membranas que envolvem e protegem algumas partes do sistema nervoso central. Ela pode vir através de uma bactéria ou vírus.

Os principais sintomas são: febre alta, mal-estar, vômitos, dor forte de cabeça e no pescoço, dificuldades para encostar o queixo no peito e, às vezes, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo (nesse caso, a infecção está aumentando rapidamente pelo sangue).

Os cuidados com a higiene são fundamentais para a prevenção da doença. Lavar as mãos antes das refeições, utilizar álcool gel antes e depois de entrar em contato com sujeiras. Mas caso sinta qualquer um dos sintomas, deve-se buscar tratamento médico com urgência.

Fonte: O Alvoradense