Trazemos as principais propostas de cada candidato à Prefeitura de Alvorada sobre os assuntos mais relevantes da cidade, conforme consta no Plano de Governo disponibilizado por cada candidato no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A seguir veja as principais propostas de cada candidato, em ordem alfabética, relacionadas à segurança:

Appolo (MDB):

Fortalecer as ações de Segurança Pública visando a atuação da Guarda Municipal, o monitoramento eletrônico e o engajamento da população.

Douglas Martello (DEM):

Intensificar as ações na busca da redução do número de homicídios, furtos, furtos deveículos, roubo, roubo de veículos, violência contra a mulher, posse e tráfico de armas e entorpecentes;

Uso da tecnologia no combate ao crime organizado;

Implementar Políticas Públicas Preventivas, combater a violência nas escolas e trabalhar a conscientização da prevenção dos crimes contra a mulher;

Ampliar e qualificar a Guarda Civil Municipal, compra de armamento letal e não letal, convênios com o Estado e lei municipal de incentivo fiscal, aos moldes do Instituto Floresta.

Juliano Marinho (PSD):

Ampliar o vídeo monitoramento de câmeras na cidade, nos cruzamentos mais importantes, nas proximidades das escolas, nas áreas comerciais de bairros, nos postos de atendimento à saúde e nos principais acessos de Alvorada;

Aumentar o efetivo e armar a Guarda Municipal de Alvorada e criar bases nos bairros;

Trocar o sistema de iluminação pública para lâmpadas LED, mais baratas e eficientes, com a implantação de serviço de gerenciamento eletrônico da Iluminação Pública de Alvorada, visando a agilidade e o acompanhamento da demanda.

Junior Caminhoneiro (PSOL):

Implantação do Plano Municipal de Segurança Urbana, criando os serviços de ouvidoria e apoio psicológico para Departamento de Segurança Urbana.

Stela Farias (PT):

Combate à violência doméstica, aos feminicídios, aos assédios e às inseguranças diversas, abrigamento protegido para mulheres vítimas de violência e rede de apoio e políticas de reeducação para o agressor, como forma de enfrentar a reincidência;

Investimento na Guarda Civil Municipal, garantindo estrutura, preparação e valorização para os agentes, também focando na adoção de tecnologia;

Criação do Gabinete de Gestão Integrada/GGI para debater e estabelecer estratégias municipais de enfrentamento à criminalidade, garantindo a integração da Polícia Civil, Brigada Militar e Guarda Civil Municipal;

Criação do Centro Integrado de Prevenção, que deve reunir todas as entidades da sociedade civil e das áreas sociais do governo, mapeando, organizando e implementando ações de prevenção para reduzir a evasão escolar.

Valmor Freitas (CIDADANIA):

Reestruturar administrativa e fisicamente a Secretaria, reformular a área operacional dos órgãos vinculados, criar a Assessoria de Inteligência da Guarda Municipal, integrar a Defesa Civil e implantar o canal 153;

Implantar o Conselho de Segurança Pública, visando articular a sociedade civil e o Governo para melhorar as políticas públicas de segurança;

Implantar o cercamento eletrônico na cidade, aperfeiçoar o uso do Sistema de Vídeo Monitoramento e melhorar a iluminação pública nas ruas, avenidas, praças e parques em projetos que inibam a criminalidade;

Implementar núcleos locais de segurança pública, no sentido de promover a proteção ao cidadão nos bairros com o apoio da Guarda Municipal, articulando ações que busquem a tranquilidade e a paz social;

Criar programas de atendimento a crianças em situação de vulnerabilidade social e engajar os conselheiros Tutelares nas ações preventivas de segurança envolvendo jovens e adolescentes;

Estabelecer políticas de prevenção à violência doméstica, buscando fornecer todo o apoio necessário às famílias vítimas de relacionamento abusivo;

Criar o Observatório da Segurança Pública de Alvorada com a participação das instituições de ensino superior.