Apresentamos as principais propostas de cada candidato à Prefeitura de Alvorada sobre os assuntos mais relevantes da cidade, conforme consta no Plano de Governo disponibilizado no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A seguir, veja as propostas dos candidatos, em ordem alfabética, relacionadas ao Meio Ambiente:

Appolo (MDB):

Ampliar ações voltadas ao respeito do meio ambiente, ambiente natural, água, ar, ambiente urbano e lixo.

Douglas Martello (DEM):

Sem propostas relacionadas ao tema.

Juliano Marinho (PSD):

Romper o atual contrato com a Corsan;

Criar um centro de reciclagem de móveis usados, dando destino para sua reutilização;

Criar um centro de trituração de galhos de árvores, evitando o descarte irregular nos arroios, praças, terrenos baldios e vias públicas;

Realização de obras de macro e micro drenagens para conter a cheia das águas;

Criação de piscinas de contenção de águas na várzea do Rio Gravataí, para enfrentar os alagamentos e buscar recursos para financiar obras estruturais de enfrentamento às cheias;

Instalação de uma espécie de cesta de lixo entre a boca de lobo e a galeria pluvial, com o objetivo de reter entulhos que possam impedir o escoamento da água.

Junior Caminhoneiro (PSOL):

Despoluição e revitalização de espaços públicos e criação de hortas comunitárias em parceria com as comunidades, fazendo uso consciente dos espaços ambientais e ecológicos do município;

Criação de autarquia para reativar e qualificar a fábrica de artefatos de concreto e a usina de asfalto ecológico com total autonomia sobre os recursos para pavimentação e manutenção da malha viária da cidade;

Plano de gestão integrada de resíduos sólidos, dando prioridade aos catadores individuais ou cooperativados;

Promoção da sustentabilidade através da criação de Ecopontos, reestruturação da coleta seletiva e uso de pavimentação ecológica;

Captação de recursos estaduais e federais, e aplicação de recursos próprios, para ampliação do número de cisternas e água de reuso;

Buscar parcerias com as Prefeituras de Porto Alegre, Viamão, Cachoeirinha e Gravataí, Governo do Estado do Rio Grande do Sul (Metroplan e Feplan) e Governo Federal para solucionar efetivamente o problema de cheias e enchentes do Arroio Feijó.

Stela Farias (PT):

Programa municipal que garanta a estrutura e o planejamento necessário para reduzir o efeito das chuvas;

Limpeza e a manutenção periódica das redes pluviais;

Qualificar os serviços da coleta de lixo, retomando a Coleta Seletiva em todos os bairros da cidade e, em parceria com associações e cooperativas, organizar a compostagem de orgânicos e a reciclagem de resíduos;

A implantação de Ecopontos para descartes de entulhos, inertes e materiais de obras para controlar o descarte irregular nas áreas públicas e terrenos baldios da cidade;

A criação e estruturação do Departamento Municipal de Bem-estar Animal.

Valmor Freitas (CIDADANIA):

Conectar os serviços de água, esgoto, lixo, combate a enchentes, arborização e conformidade ambiental para uma mesma
direção;

Universalizar o saneamento básico para toda a população alvoradense;

Implantar uma usina de reciclagem e aproveitamento do lixo residencial e inerte, transformando-os em combustível, energia elétrica e material para pavimentação e saneamento de ruas da cidade;

Promover a educação ambiental nas escolas e incentivar a realização de campanhas educativas, em parceria com o terceiro setor;

Controlar o descarte irregular em terrenos baldios, conscientizando os moradores do entorno dos efeitos e consequências decorrentes do lixo irregular acumulado;

Implantar Ecopontos para que carroceiros e caçambeiros possam descartar o lixo orgânico, seco e inerte;

Promover parcerias público-privadas para apoiar programas de gestão ambiental na cidade;

Ampliar a arborização das ruas da cidade, especialmente nas regiões mais desprovidas;

Combater a poluição sonora em diversos pontos e horários da cidade.