Corsan consertou o buraco, mas apenas com areia, na metade da manhã era possivel observar que ela estava se abrindo novamente | Foto: Jonathas Costa / OA
Corsan consertou o buraco, mas apenas com areia, na metade da manhã era possivel observar que ela estava se abrindo novamente | Foto: Jonathas Costa / OA

Um conserto realizado pela Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) na semana passada deixou uma verdadeira cratera na rua Icaraí, bairro Sumaré.

O que causou o aparecimento da cratera, de cerca de três metros de diâmetro e 20 centímetros de profundidade foi o conserto de um vazamento. Para consertar a tubulação, a estatal acabou danificando o asfalto de parte da pista.

O buraco, que foi fechado com areia, começou a se formar quando o fluxo de carros foi retomado no local. A via tem movimento intenso, inclusive com trânsito de caminhões, e o peso dos veículos foi deslocando a areia utilizada para tapar o buraco formando uma cratera no asfalto.

Ontem a tarde (09), depois que a reportagem d’O Alvoradense entrou em contato coma Corsan para solicitar um cronograma de recuperação do asfalto o buraco foi tapado, porém, novamente com areia.

Pouco menos de 24 horas depois que o serviço foi finalizado já era possível observar que a cratera estava reabrindo.

Segundo a Coordenadoria de Comunicação Social (CCS) da prefeitura o conserto do asfalto danificado na revitalização do encanamento é de responsabilidade da Corsan.

Até o fechamento dessa matéria a estatal não respondeu a solicitação feita pela reportagem com o cronograma de recuperação do asfalto.

Medimos o buraco: ontem à tarde ele tinha pouso mais de 3m de diâmetro | Foto: Jonathas Costa / OA
Medimos o buraco: ontem à tarde ele tinha pouco mais de 3m de diâmetro | Foto: Jonathas Costa / OA

Fonte: O Alvoradense