Familiares, amigos e colegas compareceram ao velório e à cerimônia de sepultamento  | Foto: Paulo Nunes / Correio do Povo / Especial / OA
Familiares, amigos e colegas compareceram ao velório e à cerimônia de sepultamento | Foto: Paulo Nunes / Correio do Povo / Especial / OA

Foram enterrados no Cemitério Parque São Jerônimo neste sábado (4) os corpos do sargento do 9º BPM Milton de Pádua Martins, e o filho dele, Ismael Martins, mortos em uma emboscada no bairro Salomé, zona Norte de Alvorada, na sexta-feira.

O velório e o enterro foram acompanhados por dezenas de familiares, amigos e colegas de trabalho. O sargento, que tinha 52 anos, morava com a esposa em Alvorada, mas trabalhava havia 35 anos em Porto Alegre. Ele iria se aposentar neste ano.

O sepultamento recebeu honras militares. Muito emocionada, a família não quis falar sobre o crime. O comandante do 9º BPM, tenente-coronel Francisco Vieira, falou que a morte do sargento representa uma perda para a sociedade gaúcha. “Ele era proativo e um exemplo para os demais”, disse.

Ismael tinha 20 anos e chegou a cumprir pena na Fase por roubo. Atualmente trabalhava em uma igreja. A polícia acredita que os três criminosos que efetuaram os disparos tinham como alvo o jovem.

Fonte: O Alvoradense / Com informações do Correio do Povo