Índice teve aumento em relação a pesquisa anterior realizada em agosto | Foto: Agência Brasil / Divulgação / OA
Sine registrou aumento na procura por emprego na região Metropolitana | Foto: Agência Brasil / Divulgação / Arquivo OA

Dados das agências da Fundação Gaúcha do Trabalho e Assistência Social e do Serviço Nacional de Emprego (Fgtas/Sine) mostram aumento de 14,3% na procura de emprego na região Metropolitana no primeiro semestre de 2015 em comparação ao mesmo período de 2014. Já em Porto Alegre esse índice chega a 39,8%.

A maioria dos encaminhados tinha entre 18 e 24 anos e Ensino Médio completo, contudo, em comparação a 2014, a faixa etária que apresentou aumento foi a de 25 a 29 anos e a escolaridade, Ensino Fundamental completo.

• ASSINE: Receba a edição impressa do jornal O Alvoradense em casa

Outro dado importante é que a maioria dos que buscaram emprego na região estava desempregada, sendo que a busca pelo primeiro emprego aparece na sequência, com queda de 2,2%.

O setor de serviços também registrou o maior número de encaminhamentos, seguido pelo comércio e agropecuária, de janeiro a junho de 2015. A procura por emprego cresceu mais para oportunidades no comércio: 31,7% em comparação ao primeiro semestre de 2014, sendo que as funções com o maior número de encaminhamentos, alimentador de linha de produção, faxineiro e vendedor de comércio varejista.

Vagas para pessoas com deficiência
Porto Alegre está entre as cidades do estado que possuem vagas de trabalho para pessoas com deficiência. Segundo informação da Fundação Gaúcha do Trabalho e Assistência Social, as agencias do Serviço Nacional de Emprego dispõem de mais de 2,5 mil vagas em todo o Rio Grande do Sul.

Na Região Metropolitana de Porto Alegre são 356 as vagas, sendo 53 para alimentador de linha de produção, 25 para repositor de mercadorias, 20 para barman, 17 para operador de caixa e 15 para camareiro de hotel, sendo 177 na Capital.

Nas agências do Sine Centro, Azenha e Tudofácil Zona Norte de Porto Alegre, os interessados devem comparecer portando Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS).

Diariamente as Pessoas com Deficiência são público prioritário nas Agências e no dia 25 de setembro serão atendidas com exclusividade. Será a segunda edição do Dia D, evento promovido pelo Ministério do Trabalho e Emprego. O objetivo é aproximar empresas e profissionais, com a seleção de emprego a trabalhadores com esse perfil.

Fonte: O Alvoradense