Égua está em chácara convivendo com outros animais | Foto: Mariú Delanhese

Uma égua mobilizou a comunidade e Brigada Militar na tarde de terça, dia 3. Circulando pelo Passo do Feijó o animal não suportou e caiu de exaustão na rua México, por volta das 10 horas.

A BM foi chamada e autuou o carroceiro. Além das várias lesões pelo corpo, o animal ainda se encontrava preso à carroça enquanto caído no chão.

De acordo com os Policiais Militares que atenderam a ocorrência, a égua recebeu água e foi encaminhada a um abrigo provisório, enquanto o homem foi autuado em flagrante e responderá por maus tratos no Fórum de Alvorada.

Esfolada
Na tarde de sexta, dia 6, o animal parecia bem, apesar das várias marcas de pomada pelo corpo. Acolhida em uma chácara localizada na avenida Frederico Dihl, ela recebeu o nome de Esfolada, e agora divide um espaço de 19 hectares com outros animais, muitos deles também resgatados.

Luiz Henrique de Paula Fronzen, o Fuca, é o fiel depositário de Esfolada e conta que tem mais sete cavalos, sendo outras duas éguas também encaminhadas pelo sargento Alfredo, do 24º BPM. “Ela vai ficando por aqui, como os outros, porque voltar para o antigo dono, não vai”, afirma Fuca, que ainda cria galinhas, gansos, perus, patos, ovelhas, cabritos e muitos cães.

Fonte: O Alvoradense