Ao metroviários decidiram na manhã desta quarta-feira (18) manter a greve que já se estende por seis dias. Com a decisão os trens do Trensurb operam apenas em horários de maior movimento – das 5h30 às 8h30 e das 17h30 às 20h30.

Ontem (17) em reunião de mediação no Tribunal Regional do Trabalho, foi assinado um acordo entre a estatal e o Sindicato dos Metroviários (Sindimetrô) para encerrar a paralisação. A proposta, no entanto, foi negada pela categoria na manhã de hoje.

O sindicato quer reduzir o impacto do aumento de 45% no plano de saúde, que entrou em vigor em novembro deste ano. A empresa, por sua vez, ofereceu proposta de antecipação salarial de 2% para quem ganha R$2,5 mil e de 1% para quem tem salário entre R$2,5 e R$ 4 mil

Fonte: O Alvoradense