Seis das oito principais escolas de samba de Alvorada decidiram deixar a Arcca, associação criada em 2003 e que organizava os desfiles em Alvorada. O grupo, aliado com outros seis blocos carnavalescos, fundaram nesta semana a Liga Independente Cultural Carnavalesca de Alvorada (Licca).

A polêmica interna entre as agremiações não foi detalhada, mas as escolas que decidiram deixar a Arcca dizem que não concordam com a atual direção. “Vamos cuidar apenas dos interesses do Carnaval, para respeitar todas as entidades que fazem o Carnaval da cidade. Todos querem algo novo, que trate apenas do conjunto das escolas, não de ninguém individualmente”, explica Fernando Barbosa, responsável pela comunicação da nova liga.

O grupo, que passa a ser presidido por Jorge Henrique, diz que será responsável pela organização do Carnaval deste ano e deve se reunir com o prefeito Appolo nos próximos dias.

Participam da nova liga, segundo Barbosa, Estrelas do Umbu, Moleques de Alvorada, Tradição Alada, Astros, Periferia e Unidos do Onze de Abril. Algarve do Futuro e Bem Vinda não aceitaram aderir a nova entidade.

O atual presidente da Arcca, César Arecuja, afirmou estar surpreso com as atitudes. “Não recebemos nenhuma comunicação das entidades sobre sua saída da Arcca, mas as postagens no Facebook fazem disso um fato real e jurídico”, disse.

O presidente também afirmou que a Arcca já havia se reunido com Appolo antes da posse para encaminhar o Carnaval deste ano. Para ele, o sentimento é de cautela, mas garantiu para associados, patrocinadores e comunidade que “a Arcca tem a responsabilidade de continuar lutando pela cultura popular junto com a SULIRGS, como membro da entidade estadual, e como membro oficial do Sistema Municipal de Políticas Culturais que tem planejar os próximos 10 anos”.

Fonte: O Alvoradense