Foto: Reprodução / OA

Na última sexta-feira dia (09), em reunião no Salão Nobre da Prefeitura de Alvorada, os dirigentes das escolas privadas de educação infantil, as secretárias da Educação, Ana Brunetta, e da Saúde, Neusa Abruzzi, e membros do COE Municipal, se reuniram para tratar do retorno das escolas. Na oportunidade as secretárias assumiram o compromisso de que nesta semana sairá um decreto para aberturas das escolas privadas para atendimento apenas das crianças de 0 a 3 anos, a partir do dia 26/10.

Na oportunidade as secretárias foram questionadas por Laura de Andrade, representante da Associação das Escolas Privadas de Educação Infantil de Alvorada (ADEPEIA), que questionou o porquê que não estava sendo autorizada toda educação infantil, visto que fazem parte de uma mesma etapa de ensino, e a necessidade das famílias de atendimento para poderem trabalhar, é a mesma. Laura também questionou se a Prefeitura não estava tomando esta medida já que não possui nenhuma escola que atende esta faixa-etária.

As secretárias informaram que deveriam aguardar mais duas semanas após a data de abertura inicial, para fazer uma melhor avaliação e então abrir para alunos de 4 e 5 anos. Segundo elas, a justificativa seria menos pessoas circulando e que ainda existe muita preocupação de propagação do vírus apesar da diminuição de casos e de mortes.

A prefeitura de Alvorada garantiu a abertura mantendo a bandeira laranja, das escolas já visitadas e autorizadas pelo COE e pela vigilância sanitária. Neusa também assumiu o compromisso de testar todos os colaboradores que irão retornar ao trabalho nas escolas, conforme as informações que serão enviadas pelas diretoras através de um grupo de aplicativo.