Esta semana, a partir da classificação apresentada pelo Governo do Estado frente às condições de atendimento em saúde de cada região, o mapa da 33ª rodada do modelo de Distanciamento Controlado se manteve inalterado. O Gabinete de Crise indeferiu, na segunda-feira (21), dois pedidos de reconsideração solicitados pelas regiões de Cachoeira do Sull e Passo Fundo.

As 21 regiões que compõem o mapa, apenas a de Guaíba classificou como laranja, de risco médio de contágio.

O Estado apresenta um aumento de óbitos e de pacientes internados em UTIs por Covid-19, com municípios com taxa de ocupação de leitos superior a 80%.

Ainda que não haja bandeira preta, a situação do Estado é preocupante, apresentando a quarta maior taxa semanal de óbitos no Brasil.

Quanto ao sistema de cogestão regional, suspensa na primeira quinzena de dezembro, voltou a valer esta semana. Agora o RS tem 19 das 21 regiões em cogestão (Guaíba e Uruguaiana ficaram de fora) com a adesão de Bagé, que pode adotar protocolo próprio, elaborado pelas associações regionais de municípios.